GFauth

Qual foi a sinalização do FOMC?

SP:SPX   Índice S&P 500
Nenhuma!

Exatamente isso, ontem na comitiva de imprensa o Diretor do FED, J. Powell, deixou muitas incertezas na cabeça do investidor ao fazer nenhuma sinalização precisa sobre a política monetária dos EUA .

É notório que o mercado estava com altas expectativas para com essa reunião, e já vinha sentindo um FED "amigo do mercado", deixando sempre claro como seria a retirada de estímulos da economia, e bem por isso tivemos um fenômeno de dip buying após as perdas da semana passada, causadas pela tensão Geopolítica.

Mas aparentemente os investidores terão que lidar com múltiplos cenários de incerteza, tendo em vista que Powell não deixou 100% claro se em março haverá retomada de juros justamente por estar vendo níveis de emprego recordes, embora a fala do presidente deu tom de medo da inflação, afirmando que o FED tomará as medidas necessárias para conter uma inflação que saia do "cenário base"

"Não é possível destacar agora o ritmo de alta dos juros, seremos guiados por dados"; "Foco está sobre alta dos juros em março, se as condições forem apropriadas"; "Há risco de inflação alta por mais tempo do que o esperado, mas não é o cenário-base".

O mercado que esperava uma certeza de que março haveria alta de juros, poderia se programar para trabalhar nessas condições. Agora o cenário de incerteza paira no ar. Além de rumores de uma potencial alta de 0,5% invés de 0,25, o que é visto como desesperado e desastroso.

As condições apropriadas são um aumento da inflação e um recuo dos empregos, uma vez que o FED não quer arruinar os níveis recordes de empregos no momento.

"Há muito espaço para elevar os juros sem afetar o mercado de trabalho".

Quando perguntado do balanço patrimonial, Powell disse que a expectativa de redução está para o segundo semestre, mas ainda assim deixou na mesa a incerteza sobre essa afirmação, embora falou que o reflexo do QT (Quantitative Tightening) deverá ser mais forte.

"Vamos ter ao menos mais duas reuniões para discutir redução do balanço"; "Vamos nos mover mais rápido na redução do balanço do que na última vez";

Resumo

O mercado de risco não gostou nada da incerteza deixada, o balde de agua fria foi visto ontem no mundo todo, inclusive nas criptomoedas (ativo de risco). Ressalto a busca por segurança (moedas fortes) se intensificou ontem. Outro fator notável foi a fuga de Ouro e Títulos Públicos, sinalizando alta expectativa de juros.


Vale ressaltar que ouro é segurança intrínseca, ele não rende juros, diferente de títulos públicos. O sinal é a liquidação de posições para aproveitar a alta de títulos do Governo Americano.

Segundo a matéria na Bloomberg, Traders já apostam em até 5 altas de 0,25 para esse ano. Lembrando que temos mais 7 reuniões do FOMC pela frente.

Na minha opinião veremos players repensando suas posições e procurando formas de se proteger ante a incerteza, as reuniões seguintes devem definir com precisão para onde vamos. Muita atenção para dados de emprego, principalmente Payroll semana que vem. Dados de indústria também vão ser importantes.

Este é um estudo pessoal e não recomendação de investimento. Negocie pelo seu próprio risco.
Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.