GFauth

Com dólar perdendo valor você vai correr para onde?

Viés de alta
TVC:GOLD   CFDs em Ouro (US$ / OZ)
Os preços ao consumidor dos EUA subiram no mês passado no ritmo anual mais rápido desde 1990, consolidando a alta inflação como uma marca da recuperação da pandemia e diminuindo o poder de compra, mesmo com o aumento dos salários. Preços mais altos de energia, moradia, alimentação e veículos alimentaram a sobrecarga do IPC e indicaram que a inflação está se ampliando para além das categorias associadas à reabertura "pós-pandemia".

Tudo isso faz o FED repensar o ritmo do Tapering e a retomada da Taxa de Juros que até o presente momento está prevista para o fim de 2022. Os atuais padrões estão definidos pensando em uma inflação transitória que já mostra sinais claros que não é tão transitória assim.

Isso não é um fenômeno apenas Americano, na China, a inflação no nível de fábrica no mês passado aumentou mais em 26 anos, enquanto os preços ao consumidor (IPCA) no Brasil aceleraram mais do que o previsto mais um mês, e sabemos bem que o COPOM já contratou uma nova alta de (ao menos) 150bps para Dezembro.

Com o dinheiro perdendo valor temos uma corrida para ativos que reservam valor, vale ressaltar aqui que até o dólar está ameaçado pela inflação nesse cenário. O ativo mais forte para reserva sem dúvida é o Ouro e a demanda por ele já vem crescente desde 2020.

Outros ativos como Bitcoin também vem sido bem quistos para reserva de valor ainda mais com possibilidade de montar posições "hedgeadas" em ETFs na bolsa Americana para se proteger da alta volatilidade.

Ouro se mantém acima de USD1800 e deve buscar a resistência em USD1900 onde a região de liquidez começa a minguar. Eu operaria comprado nessa alta realizando as posições conforme os dados de inflação vão saindo. Lembrando que quando mais gasolina, mais fogo.

Resistência de USD2000 é um divisor de aguas para operar no ouro e para a inflação mundial.

Este é um estudo pessoal e não recomendação de investimento. Negocie pelo seu próprio risco.