268 vizualizações
7
Gráfico comparativo entre uma média ponderada das principais comódites produzidas pelo Brasil (Soja, Café, Açúcar, Gado, Petróleo e Minério de Ferro ; Representados pelos contratos futuros negociados na CBOT, EUA ) e o IBOV .

As linhas verticais brancas marcam os principais topos, enquanto que as vermelhas os principais fundos do IBOV ao longo de 2016 até o momento. A Correlação não é perfeita, na medida em que eventos pontuais tomam a atenção dos investidores, como foi o caso da eleição americana em novembro, que provocou um selloff no nosso mercado, enquanto que as comódites dispararam no mesmo período no mercado americano, e outros drivers, como estabilidade política e contas públicas, afetam a confiança no nosso mercado. Mas fica clara nesse gráfico a dependência e correlação do nosso mercado em relação ao mercado de comódites.

Em especial, interessante notar como a correção que se estabeleceu neste mês de Março está perfeitamente correlacionada a queda dos preços das comódites em questão, tendo o topo de 23/02 coincidido para os dois gráficos.
Análise aqui é apenas um estudo. Não se trata de recomendação de compra ou venda. Qualquer ponto de entrada, alvos de realização ou stops indicados são, apenas, para avaliar a acurácia da análise.