GFauth
Educação

Entenda o corte na taxa de juros Americana - FED

TVC:DXY   Índice de Moeda Dólar Americano
Estudo pessoal e educacional e não recomendação de investimento. Negocie pelo seu próprio risco.

Cenário

A crise imobiliária de 2008 - subprime - onde por medidas de controle econômico as taxas de juros chegaram ao nível de 0,25% em dezembro de 2008, isso para combater a crescente inflação e fomentar o consumo interno, o que levaria a recuperação econômica e geração de emprego. A taxa vinha de 2006 à 5,25%, extremamente elevada e por isso teve um impacto positivo na recuperação da economia Americana durante a crise.

Apenas para ilustrar, no básico de politica monetária dos teóricos clássicos, entendemos que:

  • Elevar a taxa de juros = diminuir consumo e investimentos locais = diminuir a inflação
  • Diminuir a taxa de juros = fomentar o consumo e investimentos locais = aumentar o PIB e empregos

Hipótese

O ciclo econômico dos EUA pós crise, após expansão (recuperação na verdade), agora é retração e pela teoria liberal clássica, e também podemos ver isso em gráficos longos como semanal. Tudo vem de encontro com a campanha de reeleição de Donald Trump, onde a principal promessa dele é "make America great again", para isso ele precisa aumentar empregos e fomentar o consumo , e a maneira mais eficiente e rápida é com a diminuição da Taxa da Juros, obrigando a moeda a perder valor. Partindo desse pressuposto, podemos perceber que a taxação em cima das importações Chinesas, Israelenses e demais atingidos pela guerra comercial veem mais uma vez de encontro com o fomento do consumo interno e investimento dentro do país, o que gera PIB.

Temos hoje um cenário divergente entre os mais fluentes analistas econômicos em relação a medida já anunciada pelo Powell, muitos veem motivos para o corte ta taxa justamente para aliviar um arrefecimentos global iminente, já outros acham que Jay P. parece estar obedecendo seu chefe para não ser demitido, e mostram motivos que ilustram a economia Americana forte e saudável. No fechamento semestral o FED anunciou em comitiva que esse semestre haverão dois cortes de taxa, e como sabemos que a prática do FED é 0,25% por vez, já temos uma dica para o corte desse mês, e sabemos que provavelmente fecharemos o ano com uma taxa de juros Americana em 2%, na tentativa de forçar a queda do Dólar spot.

A sacada aqui é que teremos o primeiro corte nas taxas desde a crise financeira, o primeiro corte em uma década, o hype está muito grande em todas as research projetando e anunciando prováveis medidas protetivas. Semana passada e ainda hoje vi que muitos bancos se reuniram para tomar medidas emergenciais estratégica em relação a esse corte.

Técnica

Sem dúvida, o corte de taxas trará volatilidade no momento, e queda para o Dólar. No gráfico, temos um fechamento de doji com rejeição compradora.

Resistência 98,22 pontos - pivot de alta mais importante, acima disso teremos uma falha na medida monetária, ou seja, uma taxa imutável ou até mesmo um aumento da taxa (seria muito ousado) - e muita tensão entre FED e Presidência (talvez uma tentativa forçada de demitir Powell) - levaria o rompimento imediato, o aumento do valor do dólar para níveis acima esse pivot e uma queda forte na bolsa.

Suporte 1 97,5 pontos - primeiro suporte e provável candidato a fechamento. 54 pontos abaixo do fechamento de hoje - cenário esperado pelo mundo todo com corte de 0,25%.

Suporte 2 96,70 pontos - segundo suporte bem visível no gráfico, e talvez menos provável com um corte de 0,25, mas candidato se o corte for de 0,5% (raro) - esse cenário é mais caótico, muitos reflexos colaterais podem acontecer aqui e um movimento de 1,39% negativo faria um rebuliço no mercado, espero que nenhum banco quebre se isso acontecer.

Depois disso 95,95, acho muito dificil que o spot caia tanto em um dia . Uma boa noite a todos.

Estudo pessoal e educacional e não recomendação de investimento. Negocie pelo seu próprio risco.
Jul 31
Comentário: Resolução, corte na taxa aumentou a inflação, segue o jogo.
Aug 09
Comentário: O dólar começa a mostrar efeitos de uma guerra comercial se intensificando, a manipulação da moeda chinesa trás efeitos nas importações americanas.

O fechamento de hoje mostrou o efeito do corte da taxa de forma intensificada, o cerco começa a fechar para a china na medida de o índice vai caindo. Tenicamente falando, entraremos em uma tendência de baixa muito em breve e o preço deve testar o suporte de 96.70.
Contato: gfauth.trader@gmail.com.
LinkedIn: https://www.linkedin.com/in/gabriel-fauth-62555686/
No seu entendimento o que podemos esperar com o corte da selic que estava previsto pra 0,25% e foi se 0,5%?
Para a economia do país acredito ser um motivo de ânimo, mas para o dinheiro estrangeiro seria uma fuga? Já que os estrangeiros preferem juros maiores.
+1 Resposta
GFauth igorscf
@igorscf, A taxa selic foi 0,4%. Efetivamente a economia Brasileira funciona diferente da economia americana, o dólar subiu e o ibovespa caiu, como resultado da taxa. Diminuir a taxa de juros = fomentar o consumo e investimentos locais = aumentar o PIB e empregos mas como colateral podemos ter inflação.
Resposta
Início Rastreador de Fundamentos Rastreador Forex Rastreador de criptomoedas Calendário econômico Shows Como Funciona Recursos gráficos Preços Regras da Casa Moderadores Soluções para sites e corretoras Widgets Soluções em Gráficos Biblioteca de Gráficos Lightweight Central de Ajuda Indique um amigo Solicitação de recurso Blog & Notícias FAQ Wiki Twitter
Perfil Configurações de perfil Conta e cobrança Indique um amigo Meus Tíquetes de Suporte Central de Ajuda Ideias Publicadas Seguidores Seguindo Mensagens Privadas Conversa Deslogar