HugoCarpegianny

RECESSÃO ECONÔMICA GLOBAL!!?? O que mostra o S&P?

Viés de baixa
SP:SPX   Índice S&P 500
Olá galera!! Estou sem postar as análises do Nasdaq diário pois meu tempo está corrido e pretendo mudar um pouco o estilo, pois marcar os pontos está demandando muito tempo. Então, pretendo fazer textos mais diretos e menos listados..

Mas acompanhando os grandes analistas do mercado e traçando uma linha temporal desde a ultima recessão global de 2008, a análise técnica constata que haverá uma correção do mercado americano nos próximos meses e uma POSSÍVEL RECESSÃO GLOBALl!!

Vamos ao gráfico do S&P .

Traçando a retração de Fibonacci no início da reversão em 2009, vemos o início de uma tendência de alta, onde o mercado americano ser recuperou da recessão de 2008 apenas em 2013 a diante. Vemos a primeira onda de Elliot se concretizando no início de 2012, dando continuidade à tendência de alta dando início a segunda onda, onde corrigiu em 2016 entrando na terceira onda de Elliot fazendo uma pequena correção de pivot com topos triplos. O que caracteriza uma reversão até os 38% do Fibonacci. Estamos dando início a uma possível grande correção!!

O que isso significa para a economia do Brasil??

Bom, os grandes investidores (os tubarões) tendem a tirar seus investimentos de países de maiores riscos (como o Brasil) e colocando em países desenvolvidos como os EUA , aplicando em rendas fixas. Países emergentes como o Brasil terão dois prejuízos: o problema da recessão econômica e o problema de investidores aplicando dinheiros em outros países que não o Brasil. Razão pela qual o dólar também subirá!

MAS ESSA CONCLUSÃO VEM APENAS DA ANÁLISE GRÁFICA??!!

Não!!

Tax Reform do governo Trump tem impulsionado o consumo, e aproximadamente 70% do PIB americano é composto de consumo. O FMI já alertou duas vezes esse ano para uma recessão global. (Detalhe: pessoas empregadas e baixa inflação aumentam a probabilidade de aumento de consumo doméstico nos EUA ).

A China é a segunda maior economia do mundo. Ou seja, ela influência muito na rota global. Desde 2018 a China vem injetando dinheiro para impulsionar a economia em manufatura e indústrias. Teve queda da venda de imóveis e investiu em ativos fixos. Para piorar o cenário a China segurou sua taxa de câmbio, causando uma bolha econômica local dos bancos que precisaram segurar seus buffers para liberar crédito (devido a pressão governamental).

O Baosheng, banco regional do norte do país, quebrou semana passada, e, o dono está desaparecido. Estamos, portanto, falando que o risco pode estar na segunda maior economia do mundo, a maior compradora de commodities , a maior contribuinte para o comércio global e o maior parceiro comercial do Brasil.


A Europa está pior ainda, o Banco Central nunca “parou” de injetar dinheiro na economia desde a crise, as taxas de poupança rendem negativo, a confiança na economia é baixa, os títulos do governo alemão de dez anos (melhor economia da região) pagam -0.11% ao ano, a produção industrial alemã segue caindo desde o 2º semestre de 2018, a Itália e a França estão em recessão técnica e com alto endividamento, sem contar problemas sociais em cada um dos países, com polaridade política nas urnas.

Então, fica este alerta para os investidores.

Até a próxima análise!!!

Deixe seu joinha se gostaram e comentem!!
Comentário: Boa notícia... resistência ultrapassada e se transformando em suporte. Esperar os próximos dias. Se houver um pulback testando a resistência, irá demorar muito tempo até a correção!!
Comentário: Previsão concretizada?

Ideias Relacionadas