guiquant

Guidance do Powell & China Risk

BMFBOVESPA:DOL1!   US DOLLAR FUTURES
Após o novo Guidance do Powell de 2 altas de 50 bases para as 2 próximas reuniões o mercado descomprimia parte do premio de risco momentaneamente, porém o baque veio mesmo assim seguido de um payroll extremamente hawkish. O risco de liquidez ganha dianteira levando temores a todos os mercados principalmente emergentes ! Gerando grande volatilidade tanto nos títulos como no cambio.

De um lado, um Powell bem claro, por outro Campos Neto "escondendo" o jogo, notamos uma mudança no padrão de Guidance do BCB que traz pouca clareza para os próximos aumentos de juros, deixando apenas "Pequenos possíveis ajustes", oque pode elevar de forma momentânea ainda mais a volatilidade dos DIs trazendo mais riscos ao cambio já abatido.

Sendo citado pelo próprio Powell e outros membros do FOMC, o risco China está extremamente correlacionado a inflação e uma desaceleração ou até mesmo recessão, oque me da escala ao tema que já vínhamos mapeando ! Com o preço do petróleo chegando próximo aos 100 dólares teremos ativado o cenário 1, onde o mercado não precifica uma demanda maior vindo da atividade econômica Chinesa. Logo teríamos menor fluxo de capital para o Brasil, uma vez que a atividade Chinesa e o preço do petróleo geram fluxo para o Real. Na mesma sintonia temos o próprio Campos Neto que coloca o preço do barril a 100 dólares como preço ideal para manter as taxas próximas aos valores atuais. Dessa forma um Iene mais forte e um petróleo mais fraco seguido de movimentos ascendentes na curva média/curta de juros Americana seriam a combinação perfeita para um movimento de sell-off no real.