guiquant

PIB Dovish, PBoC e Petróleo

BMFBOVESPA:DOL1!   US DOLLAR FUTURES
Após um PIB negativo revelado hoje, tivemos novamente aquele sentimento de desaceleração econômica que comentei aqui no ultimo post, comentei também que deixaria esse tema no radar pois em algum momento isso poderia levar fluxo para emergentes, no caso de hoje fez com que o dólar perdesse força ligeiramente frente o Real, após levantar duvidas de um FED menos Hawkish, ou melhor uma possível desescalada do ultimo tom mais agressivo que leva os rendimentos a taxas estratégicas.

Por outro lado vemos o Banco Central Chinês (PBoC) sinalizando mais um ou dois cortes de RRR ao longo do ano, fazendo com que a liquidez monetária seja fornecida de forma Ininterrupta, a grande pergunta é ! Porque essa discrepância de politica monetária com o FED ? Se todos os outros bancos centrais estão de olho nele para seguir seu caminho de elevação de taxas, Por que o PBoC não quer levar essa tendência em sua narrativa ? Ligaria essa questão com as possibilidades de desaceleração econômica Global com um possível fluxo para emergentes, e também buscaria entender o importante papel do Brasil (1 dos principais fornecedores da China) nessa narrativa, afim de encontrar um possível novo playbook.

Encontrar um termômetro para captar o time ligado a tudo isso é realmente um trabalho difícil, na minha opinião o preço do barril de Petróleo pode nos ajudar a entender a dinâmica que o mercado começa a por nos preços. Quando tivemos o inicio dos temores por COVID na China vimos o Petróleo devolvendo boa parte de sua tendência de alta, retornado para os $100 (Preço também linkado a politica monetária do RCN ) ignorando um pouco as tensões Geopolíticas daquele momento, hoje vimos novamente ele saltar acima dos $105, oque pode sinalizar possíveis melhoras e perspectivas positivas sobre o fim da atual onda de contaminação na China, e consequentemente perspectivas positivas para o Real (Vale ressaltar que o preço do barril possui inúmeras outras variáveis, entender essa dinâmica ajudará a separar as coisas).

Para finalizar, gostaria de lembrar que para amanhã teremos uma agenda cheia de indicadores indexados a inflação, que pode novamente acender a luz de emergência para pares de carry. Já no Brasil dados de desemprego e orçamento que pode auxiliar uma tendência (Price Action) Global já pré-definida.

---------------------------------------------
Estudos baseados em modelos quantitativos simples para precificação futura.

Todos modelos usados são utilizados por tesourarias, tornando assim pontos estratégicos para trocas de lotes, suportes ou resistências importantes.
Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.