Frederico_Teletrade

Até onde poderá ir o desemprego no turismo?

TVC:PT10   Títulos de dez anos do governo português
Apesar das medidas de contenção social se terem iniciado apenas a meio do mês de março, existiram 52.999 novos inscritos nos centros de emprego, o que representa um crescimento de 34% face ao mesmo mês de 2019. Curiosamente, no mês em que se deu o maior confinamento da população existiu também uma diminuição do crescimento do número de desempregados relativamente ao mês anterior. No entanto, os números não são animadores uma vez que acabaram por ficar sem emprego mais de 48 mil pessoas, o que dá uma média de 1.618 pessoas por dia que ficaram sem trabalho.

Os setores estratégicos dos serviços e do turismo foram os mais afetados. Uma vez que o setor dos serviços representa a maior parte da economia portuguesa, seria então esperado que parte do desemprego tivesse então essa origem.

No entanto, segundo o Instituto de Emprego e do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, a grande maioria dos desempregados vem de atividades ligadas ao turismo representando cerca de 73% da subida verificada logo no mês de março. Os últimos dados revelam também que a região do Algarve foi a que registou o maior aumento homólogo do desemprego tendo subido 41% no mês de abril.

A incerteza inicial do começo da pandemia levou a uma provável antecipação por parte de algumas empresas relativamente a um futuro menos previsível, justificando então o rápido aumento do desemprego.

Previsões Futuras

Daqui para a frente não é, no entanto, fácil de antecipar. Praticamente 90% da economia algarvia é dependente do turismo. Também 70% do setor é de nacionalidade estrangeira e se as viagens continuarem limitadas, serão certamente tempos muito difíceis para a região. Para além disso, as várias pessoas que se encontram num regime de lay-off simplificado não podem ser despedidas por um prazo de dois meses depois do início da cobertura do mecanismo. É possível que quando esse período acabar, empresas que não tenham uma retoma consistente do seu negócio, se vejam por ventura forçadas a despedir pessoas – contribuindo para um maior aumento do desemprego.

Frederico Aragão Morais,
Market Analyst na Teletrade Portugal

Comentários

Início Rastreador de Fundamentos Rastreador Forex Rastreador de Criptomoedas Calendário Econômico Como Funciona Recursos gráficos Preços Indique um Amigo Regras da Casa Central de Ajuda Soluções para Sites & Corretoras Widgets Soluções em Gráficos Biblioteca de Gráficos Lightweight Blog & Notícias Twitter
Perfil Configurações de perfil Conta e Cobrança Indique um Amigo Meus Tíquetes de Suporte Central de Ajuda Ideias Publicadas Seguidores Seguindo Mensagens Privadas Conversa Deslogar