leofelipesenger

Dê olho no Japão | Entendendo sua política monetária: o YCC

Educacional
TVC:JP40Y   Japan 40 Year Government Bonds Yield
Importantíssimo estarmos acompanhando a política monetária do Japão agora e nos próximos meses. O Japão é o maior credor do mundo, tem 1,07 trilhão de dólares de dívida americana por exemplo, e mudanças no fluxo pode gerar desdobramentos em outros mercados.

Após a desvalorização histórica do Iene frente ao Dólar, o banco central japonês (BoJ) pegou parte do mercado de surpresa ao mexer na sua política de controle da curva de rendimento, o YCC (yield curve control). Na quarta-feira tem decisão de taxa de juros e coletiva do BoJ, podemos ter novas mudanças no YCC.

Além de chamar atenção ao assunto, vou colocar matéria da Reuters explicando o YCC:

POR QUE YCC?
Embora o mercado esteja testando o lado positivo da meta de rendimento dos títulos do BOJ agora, quando o banco adotou o YCC em 2016, estava tentando impedir que as taxas de juros caíssem muito.
Depois de anos de grandes compras de títulos falhando em disparar a inflação, o BOJ cortou as taxas de curto prazo abaixo de zero em janeiro de 2016 para evitar um aumento indesejável do iene. O movimento esmagou os rendimentos ao longo da curva, indignando as instituições financeiras que viram os retornos dos investimentos evaporarem.
Para puxar as taxas de longo prazo de volta, o BOJ adotou o YCC oito meses depois, adicionando uma meta de 0% para os rendimentos dos títulos de 10 anos à sua meta de taxa de curto prazo de -0,1%.
A ideia era controlar a forma da curva de rendimentos para suprimir as taxas de curto a médio prazo - que afetam os tomadores de empréstimos corporativos - sem deprimir muito os rendimentos superlongos e reduzir os retornos para fundos de pensão e seguradoras de vida.

COMO FUNCIONA?
O BOJ escolheu um regime de juros porque estava atingindo o limite do afrouxamento quantitativo, em que comprou quantidades direcionadas de títulos para reduzir os rendimentos, na esperança de alimentar a inflação e a atividade econômica.
Quando o banco central engoliu metade do mercado de títulos, era difícil se comprometer a comprar em um ritmo definido. A YCC permitiu que o BOJ comprasse apenas o necessário para atingir sua meta de rendimento de 0%.
O banco reduziu a compra de títulos em tempos de calmaria do mercado para estabelecer as bases para um eventual fim da política ultrafácil.

POR QUE A BANDA-ALVO?
Como a inflação teimosamente baixa forçou o BOJ a manter o YCC por mais tempo do que o esperado, os rendimentos dos títulos começaram a se aproximar de uma faixa estreita e o volume de negócios diminuiu.
Para lidar com esses efeitos colaterais, o BOJ disse em julho de 2018 que o rendimento de 10 anos poderia subir 0,1% acima ou abaixo de zero. Em março de 2021, o banco ampliou a banda para 0,25% em qualquer direção para dar vida a um mercado paralisado por suas compras.
Sob ataque de investidores que apostam em um aumento dos juros, o BOJ dobrou a banda em dezembro para 0,5% acima ou abaixo de zero e aumentou a compra de títulos para defender o teto.
Os investidores quebraram o limite de 0,5% na sexta-feira, estimulando as expectativas de que o BOJ teria que tomar medidas mais drásticas.

ARMADILHAS?
O YCC funcionou bem quando a inflação estava baixa e as perspectivas de atingir a meta de preço do BOJ eram escassas, pois os investidores podiam se sentar em uma pilha de dívidas do governo que garantia retornos seguros.
Mas com a inflação corroendo esses ganhos, os investidores venderam títulos, precificando a chance de um aumento dos juros no curto prazo.
O BOJ aumentou a compra, inclusive por meio de ofertas para comprar quantidades ilimitadas de títulos, para defender seu limite de rendimento. Isso foi criticado por analistas por distorcer os preços de mercado e alimentar uma queda indesejável do iene que inflacionou o custo das importações de matérias-primas.”

Fonte: https://www.reuters.com/markets/asia/how-does-japans-yield-curve-control-work-2023-01-16/

Grande Abraço

Leo
*não é recomendação de investimento

Trader / Analista de Valores Mobiliários - CNPI-T 2712

Minhas publicações aqui são somente opiniões. Não são recomendações de investimento.

Conheça meu serviço de recomendação https://www.leosenger.com.br/
Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.