rodrigoviega

ITUB4 Pressão de mercado nos DI's vs Brigas em Brasília

Viés de alta
BMFBOVESPA:ITUB4   ITAUUNIBANCOPN N1
Não é recomendação de operação, apenas estudos para aprendizado e posterior.

Fibo maior dimensiona a proporção do movimento de CRASH e consequentemente marca pontos importantes na recuperação do ativo agora na alta.
Fibo menor marca alvos do movimento mais recente de alta, com pivô de projeção marcado.

SOBRE A PARTE FUNDAMENTALISTA QUE REFORÇA VIÉS DE ALTA:
- Analistas de macro economia apontam forte pressão para uma correção de alta nos DI's de juros o que seria positivo para o setor bancário.
- Conselho da empresa acaba de aprovar a cisão com a XP e a criação da NEWCO que vai ficar com a atual partição de 41% na XP inc e os outros 5% de participação na XP podem ser vendidos conforme a demanda de mercado. Tais medidas devem destravar valor as ações.
- Preço alvo em média dado pelos analistas da Refinitiv é de R$31,99. De 14 analistas da casa, 8 recomendam compra do ativo e 6 recomendam manter em carteira.
- É o maior banco privado do Brasil e deve ser favorecido nas injeções de investimentos estrangeiros que procuram sempre ações mais líquidas para suportar o tamanho das operações com agilidade ( volume transacional).

PONTOS NEGATIVOS NA MACROECONOMIA:
- Falta de compromisso com o déficit fiscal (risco Brasil), pode prejudicar o setor se não houver aprovação de reformas. Isso pode causar um rebaixo na classificação internacional e consequentemente uma saída em massa de capital estrangeiro.
- Se o Banco Central não ajustar a taxa de juros nos DI's, mercado pode vir a mudar completamente o viés de alta tanto no setor como geral.
- Governo demonstra interesse em continuar com auxílios emergências o que agrava e muito a crise fiscal, além de completa falta de comunicação com o congresso para aprovar as reformas necessárias.
- Pix e criação de novos impostos podem ser mais um risco no setor.
Trade ativo: Ativo bateu na retração de 61,8 na faixa de R$30,50 do Fibo maior. Encontrou um pouquinho de resistência, teve correção durante o dia mas deve seguir na tendência de alta. Rumo a faixa dos R$32,00.