BMFBOVESPA:ICF1!   ARABICA COFFEE FUTURES
O desempenho dos contratos futuros de café (ICF) durante a retomada de aumentos de preços no pós-crash do COVID tem sido abaixo dos demais contratos tradicionais de commodities ofertados na bolsa de valores brasileira. Com as medidas inflácionárias de impressão de moedas adotadas pelos bancos centrais dos países, percebemos o efeito de aumento de preços em diversos commodities , dentre eles o café (ICF), a soja (SJC), o boi gordo (BGI) e o milho ( CCM ) . No gráfico de superior está apresentádo o histórico completo do gráfico de preços dos contratos futuros de café, mostrando que o preço atual está abaixo do topo histórico. Na tela gráfica do centro estão aprsentados os gráficos de preços dos contrados de café (linha azul), soja (linha verde), boi gordo (linha vermelha) e milho (linha laranja), desde a última vez que o CRB Índex ( TRJEFFCRB , linha branca) esteve no patamar atual, em meados de outubro de 2018. Também está apresentado o gráfico de valores do IBOV (linha roxa), sendo possível ver que a recuperação do crash do COVID iniciou em meados de março de 2020. Por fim, na tela gráfica inferior, está apresentado o comparativo do desempenho do IBOV (linha roxa) com os contratos futuros de café (linha azul), soja (linha verde), boi gordo (linha vermelha) e milho (linha laranja), desde a recuperação iniciada em março de 2020, sendo possível perceber que o desempenho dos contratos futuros de café foi inferior nesse comparativo. Caso haja elevação do ICF para o mesmo patamar atual do IBOV , SJC e BGI espera-se um preço na faixa de 205 para o café. Caso haja elevação do ICF para o mesmo patamar atual do CCM espera-se um preço na faixa de 255 para o café.

Essa é uma análise pessoal, não devendo ser usada como recomendação de operação.