f1l1per.

Ibovespa, Dolar, Juros Selic e Coronavirus

BMFBOVESPA:IBOV   Índice IBovespa
Nos últimos 12 meses, o IBOVESPA subiu 17% em valores nominais mas não foi a lugar nenhum se precificado em dólar. Juros em baixa e recusa de grandes intervenções por parte do BCB no câmbio tem conduzido o dólar a patamares cada vez mais altos, o que tem levado a retirada de investimentos da bolsa por estrangeiros, pois eles não estão rendendo tanto quanto o desempenho nominal pode fazer crer. E ao tirar investimentos da bolsa, os investidores estrangeiros pressionam o dólar ainda mais pra cima.

Juros baixos, no entanto, antes porto seguro dos rentistas agora tiram dos locais opções de investimento. Não é mais possível ter mais ganhos de 12% a.a. com a renda fixa, fato que, junto com o otimismo com a reforma da previdência e outras medidas da equipe econômica, levou ao aumento de posição em bolsa por parte de locais, que tiveram lucros reais no período, principalmente considerando a "bolha" das smallcaps para as quais o índice subiu incríveis 43%. Até 2 meses atrás era esse o cenário que mantinha a bolsa e dólar em tendência de alta, numa espécie de fina sintonia, ou circulo vicioso não tão do mal. Mas aí apareceu o Corona Vírus.

O Corona vírus causou lockdown nas cidades e fechamento de aeroportos e portos, cancelamento de vôos e proibições de visitas na China. Pessoas estão proibidas de deixar suas casas sem autorização em várias cidades e ninguém sabe com certeza qual o risco biológico real do vírus. A china está em stand by. Tudo isso pode causar danos substanciais na economia do mundo, em especial a do Brasil que é bastante dependente da economia da ditadura chinesa. Isso é má notícia para bolsa. Cash ainda pode ser uma posição a se considerar, Dólar especialmente. Se tivermos panic selling na bosla o dólar pode disparar e a bolsa derreter. É uma situação onde se deve ter muita cautela.

Até que as verdadeiras extensões do impacto do Corona Vírus, tanto econômica quanto biologicamente, sejam determinadas, é preciso manter a calma e tomar decisões apenas baseada em fatos. Se o impacto for superestimado podemos voltar a acreditar que a recuperação econômica traga dólares ao Brasil levando a queda do USDBRL e a convergência de interesse em bolsa de locais e estrangeiros.
Análise aqui é apenas um estudo. Não se trata de recomendação de compra ou venda. Qualquer ponto de entrada, alvos de realização ou stops indicados são, apenas, para avaliar a acurácia da análise.

Comentários