bruno67189

A maior negligência do trader!

FX:EURUSD   Euro / Dólar Americano
Fala aí, seus "conta sem margem"! Beleza?
Fiz uma pesquisa rápida na aba de Ideias da nossa rede TradingView (somente em português), na área de Psicologia, e deu pra contar na mão o número de posts com essa abordagem.
Achei extremamente estranho.
Sempre ouvi dos meus mentores, e das referências do mercado financeiro que a parte psicológica assume papel de protagonismo nas operações. Já vi depoimento onde fala-se na porcentagem de 90% psicologia e 10% técnica (sobre isso podemos entrar em detalhes em outro post).
Então meus amigos, como explicar essa negligência em nossa rede sobre esse assunto?

A grande objeção: “Mas Bruno, eu não sou psicólogo. Como vou falar de psicologia do trade se não sou o profissional da área?!”

Entendo, meu caro, minha cara . Mas ninguém está pedindo para você conduzir uma terapia com ninguém. Compartilhar suas experiencias emocionais durante o trade, ou como você lida com elas, como previne situações embaraçosas, como lida com estressores e muitas outras coisas, não compromete em nada.

E outra: você não é cientista político e emite sua opinião sobre o assunto;
Você não é técnico formação e experiência e vai ao estádio xingar um técnico pois escalou alguém errado (na sua opinião);
Você não é coach de relacionamento mas adora dar pitaco nas relações dos outros;
Seguindo essa lógica, apenas traders consistentes poderiam postar conteúdo em nossa rede, concordam? O que seria totalmente injusto, pois mesmo quem ainda está no processo de aprendizado, pode ter excelentes insights.

E sabe o que é mais assustador? O que vemos aqui é apenas reflexo do que acontece no dia a dia , não só em nossa área, mas no mercado de trabalho “tradicional”.
Alguns anos atrás, meus colegas de trabalho só liam literatura técnica (área de TI) e nada mais. Ficaram experts em alguns assuntos específicos, atingindo senioridade e especialização. Mas quando colocavam esses profissionais em situações difíceis, em projetos que exigiam competências comportamentais, eles não se saíam bem .
Isso me fez lembrar uma frase que ouvi em um congresso: “As empresas contratam pela parte técnica e demitem (quase sempre) pela parte comportamental”. Fazendo o paralelo para o nosso mundo: “Você (na maioria das vezes) começa no mercado pelo lado técnico mas pode sair dele pela parte emocional.”
Além dos conteúdos técnicos, eu comecei a ler muita coisa sobre psicologia e atualmente estudo neurociências.
Não sou melhor que os meus colegas, mas consegui ter uma segunda visão das coisas.
E esse cenário é cultural: quem estuda marketing, vai estudar literatura de marketing. Quem faz engenharia, só vai ler engenharia, etc. E o lado psicológico será negligenciado.
A diferença é que em certas áreas talvez não seja tão pertinente, mas para o Trading, essa competência é mandatória.
Sendo assim, meus queridos, vou me propor a gerar conteúdo dessa natureza (psicologia), sobre mindset, neuroeconomia, neurociências, etc. E espero que isso gere valor para a rede e que surja mais amigos e amigas que complementem esses insights.
E para o desfecho, uma singela frase sintetizando o raciocínio:
“Um especialista é um homem comum que dá conselhos fora de casa.”
Oscar Wilde
Início Rastreador de Fundamentos Rastreador Forex Rastreador de Sinais Criptomoedas Calendário econômico Como Funciona Recursos gráficos Planos Regras da Casa Moderadores Soluções para sites e corretoras Widgets Soluções em Gráficos Obter Ajuda Solicitação de recurso Blog & Notícias FAQ Wiki Twitter
Perfil Configurações de perfil Conta e cobrança Obter Ajuda Ideias Publicadas Seguidores Seguindo Mensagens Privadas Conversa Deslogar