jyboliveira

Análise BTC: O inimigo agora é os 88k!

Viés de alta
jyboliveira Atualizado   
BITSTAMP:BTCUSD   Bitcoin/Dólar Americano
O News Flow do Bitcoin nos últimos meses tem sido cada vez mais favorável, a adoção da criptomoeda pelo mercado é um processo gradativo e que vem ocorrendo de forma natural, grandes instituições vem aderindo ao padrão cripto e isso é muito favorável para o criptomercado como um todo, em especial para o rei deste mercado, o nosso querido BTC .

Estamos na iminência do rompimento dos 50k no BTC mais uma vez, este ponto definirá o rumo do mercado nos próximos meses, atualmente todos os indicadores apontam um padrão de comportamento similar ao que o Bitcoin demonstrava antes da última máxima histórica em 69k, quem aqui não lembra do desespero que foi quando o BTC caiu dos 63k para os 28k em algumas semanas?! Pois é, este mesmo desespero voltou e por mais uma vez a criptomoeda foi assassinada, onde inclusive já estão falando sobre a proximidade em que a famigerada cruz da morte está para aparecer, esse sinal consiste no cruzamento entre duas médias móveis no gráfico, mais especificamente quando a média móvel de 50 dias cai abaixo da média móvel dos últimos 200 dias e o detalhe é que isso já tinha ocorrido anteriormente, deixando a todos em pânico... Uma coisa que sempre falo é, a maioria não pode ganhar dinheiro, na realidade, não tem como a maioria ganhar dinheiro, a conta não fecha, para uns poucos ganharem muito, muitos precisam perder e é assim que funciona a dança do mercado. Logo, o que estamos vendo, é um comportamento clássico de um ativo que está prestes a definir o rumo após uma lateralização de algumas semanas.

O comportamento das baleias tem sido puramente de acumulação e como vocês podem ver, o preço retraiu até onde deveria o fazer, testando a proporção de ouro da retração de Fibonacci, consolidando entre os 38,2% e os 61,8%, o que reforça uma retomada por ser um ponto de suporte com grandes instituições acumulando nesta zona. Nada sobe pra sempre e este movimento corretivo que o Bitcoin fez, foi apenas para retirar da jogada os alavancados e os "mão de alface", deixando o mercado livre para os grandes ganharem. Além destes fatos, vemos também que seguindo a teoria de Elliot , chegamos provavelmente no fim das ondas corretivas, abrindo espaço para as novas ondas de impulsão.

Aliado a todos estes detalhes, o S&P parece estar retomando o padrão altista, o que favorece a alta do BTC por consequência. O Índice de Medo e Ganância tem demonstrado que o mercado está sob medo extremo há mais de 4 semanas, além de outros indicadores denotarem um fundo universal nesta região onde o preço se encontra consolidando atualmente.

Vamos agora a alguns fatos que podem e provavelmente vão impulsionar fortemente o mercado cripto que por tabela, vai fazer com que o Bitcoin decole, uma vez que é a maior criptomoeda, reconhecida inclusive como reserva de valor neste mercado...

1 - FMI reconhece ser impossível banir as criptomoedas (nada de novo por aqui, isso era algo que até um total energúmeno saberia, mas agora eles apenas reconheceram publicamente);
2 - Lotéricas do Brasil e Mercado Livre entraram de cabeça e agora oferecem a compra e venda de BTC ;
3 - Grandes bancos estão entrando para este mercado e será natural que passem a oferecer cada vez mais criptomoedas a partir de 2022;
4 - O Metaverso vem mostrando toda a sua força nos últimos meses, onde grandes empresas, incluindo o Banco do Brasil, Adidas e Nike já estão dentro desse novo universo oferecendo produtos e serviços;
5 - Apenas 5% do dinheiro de instituições podem fazer com que o preço do BTC dispare para os USD 500.000,00;
6 - Com a alta da inflação (que não é transitória), é natural que o BTC tenha um ganho de valor muito forte sobre as moedas fiduciárias no médio longo prazo;
7 - De acordo com um estudo da Ernst & Young (EY), um terço dos gestores de fundos pretendem investir em criptomoedas;
8 - Investimentos em ouro tem caído em 60% enquanto o BTC cresce como ativo de proteção;
9 - Cada vez mais, novos fundos baseados no Bitcoin vem sendo lançados ao redor do mundo;

Bem, em síntese, temos boas perspectivas para o ativo analisado, o mercado tem demonstrado que ainda não desistiu da tendência de alta, a variante Ômicron parece que chegou apenas para dar um motivo para uma correção um pouco maior (Não estou afirmando aqui que a mesma não é perigosa, apenas que foi um pretexto usado para uma correção mais forte), mas não saímos do script, 2022 será um ano bem interessante, principalmente neste primeiro trimestre, período onde as instituições começam a se mexer com mais força e com certeza, enfrentaremos fortes emoções e ao meu ver, serão emoções positivas!

Como alvo, temos inicialmente o nosso topo histórico, em 69k, onde posteriormente, após o rompimento deste ponto, o nosso alvo está em 88k.

Espero ter sido claro no meu ponto de vista, tentei ser o mais breve possível e não ser tão técnico para que esta análise seja de fácil entendimento. Um forte abraço a todos, feliz Natal e um próspero ano novo! Seguimos acompanhando o mercado por aqui!

Aviso: Todo o conteúdo aqui publicado, não se caracteriza recomendação de compra ou venda de nenhum ativo e a tomada de decisão é de única e exclusiva responsabilidade do investidor.
Comentário:
Alvos após o rompimento do topo histórico:
Alvo 1: 78,4k
Alvo 2: 84,8k
Alvo 3: 94,0k
Alvo 4: 139,7k

O primeiro alvo, acredito que devemos bater até o final de Janeiro, os demais, devem vir logo em seguida de maneira mais rápida (até março), pois com o rompimento do topo histórico e o início do primeiro trimestre de 2022, onde as instituições provavelmente vão começar uma alocação massiva neste mercado, acarretará em uma impulsão no preço, forçando a chegada nos alvos acima.

Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.