felipeacorrea1982
Viés de baixa

VALE3 possibilidades ambíguas

BMFBOVESPA:VALE3   VALE S.A.
Gráfico da VALE3 , após a perda da LTA que durava 1,5 ano na tendência, com último fundo da tendência semanal nos 25. O ativo fez máxima em setembro-outubro, porém verifica-se a existência de um topo duplo nos 62 que primeiramente levou a ação à antiga resistência de 56 na qual repicou até os 52,80 para fazer novo topo duplo nos 58,80.

Após este acontecimento a ação deveria respeitar a zona de resistência representada por um retângulo no gráfico e pela LTA , já 3 vezes testada e bem respeitada por 1,5 ano, porém o volume comprador baixo levou ao rompimento da Linha nos dias 19 e 21 perdendo definitivamente a forte LTA .

A comprovação do rompimento se deu pela barra do dia 23, após um gap de baixa, a queda teve forte volume e no dia seguinte a ação perdeu o suporte de agosto nos 49,23 para fazer mínima de 49,00 no dia 26, com candle de bom volume , repetido no dia seguinte.

Muitos poderiam acreditar que os dois dias de alto volume sem grandes movimentações no preço, respeitando o suporte de 49,00 teriam sido dias de compra dos grandes players, acumulando por meio de softwares VWAP e TWAP para não movimentar o preço e após a conclusão da compra de grande porte jogariam o preço para cima. É possível, o sinal técnico de fundo, mesmo que provisório dos dias 26,27 facultava uma compra para swing trade com um stop razoável e um alvo longo a especular, algo como 55/60. Eu particularmente comprei aos 49,75 após o primeiro doji verde, com stop aos 48,85 e já saí na última sexta aos 53,50, encerrando a operação de tiro curto.

Porém, a perda da LTA não pode ser desprezada pela análise técnica, e mais do que a esperança de ganhar dinheiro temos que ter frieza e perceber que existe uma zona de resistência a ser rompida nos 53,80/54,30 e uma linha de canal de alta . Em análise técnica os grandes rompimentos estatisticamente, por Bulkowski, quase sempre fazem Pullback. É bem possível que a VALE3 continue sua alta para testar o canal e depois desabar até o suporte de junho aos 45 reais, próximo à retração de 50% de fibo. Um alvo mais realista seria a razão áurea de 61,8%, beirando os 40 reais e próxima a um fundo duplo de fevereiro-março.

Para reverter este cenário a ação teria que primeiramente romper as resistências em 52,80, 55, voltar para cima da LTA , romper os topos duplos feitos anteriormente com nova máxima. Se este cenário não se concretizar o mais provável é realmente um período de distribuição para buscar os suportes anteriores de 46,44 e 40 reais. Necessário observar fatores que deflagrem os acontecimentos, portanto, sendo a relação US-China um dos tópicos mais importantes para serem avaliados devido ao minério de ferro e considerando que a empresa é dolarizada, avaliar possível alta-baixa dos juros americanos que irá incidir no preço da moeda, afetando as exportações da VALE S.A.





PT Português
EN English
EN English (UK)
EN English (IN)
DE Deutsch
FR Français
ES Español
IT Italiano
PL Polski
SV Svenska
TR Türkçe
RU Русский
ID Bahasa Indonesia
MS Bahasa Melayu
TH ภาษาไทย
VI Tiếng Việt
JA 日本語
KO 한국어
ZH 简体中文
ZH 繁體中文
AR العربية
HE עברית
Início Rastreador de Fundamentos Rastreador de Sinais Forex Rastreador de Sinais Criptomoedas Calendário econômico Como Funciona Recursos gráficos Regras da Casa Moderadores Soluções para Corretoras & Websites Widgets Biblioteca Gráfica de Ações Solicitação de recurso Notícias do & blog FAQ Ajuda & Wiki Twitter
Perfil Configurações de perfil Conta e cobrança Meus Tíquetes de Suporte Contate o Suporte Ideias Publicadas Seguidores Seguindo Mensagens Privadas Conversa Deslogar