MarketMinds

Aprenda sobre Tendências

Educacional
BITSTAMP:BTCUSD   Bitcoin/Dólar Americano
De acordo com a teoria de Down a tendência seria a direção na qual o mercado tende a se mover. O objetivo principal do investidor ao usar a análise técnica é identificar tendências e tentar tirar o máximo de proveito delas com o mínimo de risco para obtenção de lucro.
Podemos classificar as tendências em três tipos:
Tendência de Alta - Na tendência de alta os preços tendem a fazer topos e fundos consecutivos e em níveis mais elevados.

Figura 8 - Exemplo de Tendência de Alta
Tendência de Baixa - Na tendência de baixa os preços fazem topos e fundos consecutivos e em níveis mais baixos.

Figura 9 - Exemplo de Tendência de Baixa
Tendência de Lado ou lateralização. Na tendência de lado os preços se apresentam em uma zona de congestão, enganando os investidores para os dois lados.

Figura 10 - Exemplo de Tendência Neutra
Um bom investidor está sempre preparado para diferenciar as tendências do mercado na hora de tomar decisões para fazer suas entradas em ativos. Como vimos anteriormente na Teoria de Dow, a tendência tem três classificações: Primária, Secundária e Terciaria. A tendência primaria é a que define o movimento no longo prazo, a tendência secundária define “uma pausa” na tendência primária e define os movimentos dos ativos no médio prazo. Já a tendência terciaria reflete movimentos de curto prazo dentro da tendência primária e secundária.
Um erro muito comum que é praticado por investidores inexperientes é se concentrar tendências que estejam ocorrendo em períodos de tempo mais curtos e se esquecer de tendências em tempos amis longos como, por exemplo, se concentrar na tendência do gráfico diário e se esquecer da tendência em gráfico maiores como o semanal ou mensal.
DICA: A análise técnica só funciona para ativos que possuem liquidez, então fuja de gráfico onde parem riscos sem sentido.
Exemplo de erro:
Ao se analisar o gráfico por um curto período de tempo, no exemplo abaixo por apenas alguns meses. O investidor pode ser levado a acreditar que a tendência do preço se manterá de baixa e que o preço continuará realizando topos de fundo descendentes.

Figura 11- Exemplo de Tendência de Baixa de Médio Prazo

Quando analisando o gráfico por um zona de preço mais ampla de anos ou até mesmo meses é possível perceber que na verdade o preço esta em tendência de alta e prestes a retomar a alta.

Figura 12 – Exemplo de Tendência de Alta de Longo Prazo