Phillipcarret

Azevedo e Travassos propõe aquisição de parte da UTC Engenharia

Viés de alta
BMFBOVESPA:AZEV3   AZEVEDO ON
131 vizualizações
2
A construtora Azevedo & Travassos busca se posicionar no negócio de óleo e gás. Por isso, apresentou nesta segunda-feira (15) uma proposta para adquirir uma empresa e seus ativos do grupo UTC Participações, que atua em construção pesada e que esteve envolvido na "Operação Lava-Jato", da Polícia Federal. Atualmente, a UTC encontra-se em processo de recuperação judicial.

A carta-proposta, denominada de âncora (stalking horse), é um passo a mais das negociações diretas já realizadas entre as duas partes, fixando termos contratuais para a A&T aprofundar e finalizar a auditoria jurídica, operacional e financeira da Heftos Óleo e Gás Construções.

O plano da A&T é adquirir 100% do capital da Heftos, situada em São Paulo, juntamente com a totalidade dos seus ativos operacionais, localizados em Macaé (RJ). A companhia é especializada em prestação de serviços para o setor petrolífero em unidades e plantas existentes, onshore e offshore, para execução de ampliações, reformas e manutenções de suas instalações. Atualmente, possui contratos em andamento para adequação de refinaria e manutenção de plataformas de produção offshore.

Conforme a A&T, por sua tradição na construção de novas instalações de processamento, medição, armazenamento e transporte de óleo e gás, a aquisição faz sentido, uma vez que traz sinergias ao seus negócios. Em cerca de 40 anos, a A&T já participou da implantação de importantes oleodutos e gasodutos do país.

“A união da A&T com a Heftos, caso venha a ser concretizada, permitirá uma troca de experiências de planejamento, métodos construtivos e gestão de negócios acompanhada de sinergia e ganhos de escala, resultando em um aumento de sua competitividade comercial e relevância no mercado de construção e manutenção de instalações industriais, petróleo e energia e também na área de descomissionamento de unidades de produção de campos maduros”, afirmou no comunicado.

A companhia se dispõe a estruturar um financiamento de até R$ 35 milhões para que a UTC cumpra obrigações de sua recuperação judicial, tendo como garantia a alienação fiduciária de ativos da UTC .

Com apresentação de proposta que contemple o preço mínimo e a oferta de concessão do financiamento em favor da UTC , a Azevedo & Travassos será enquadrada como “stalking horse” no processo competitivo de venda da Heftos, com direito de cobrir a melhor oferta na competição e uma taxa de insucesso (break-up fee) de 2% do valor total de venda da unidade, caso a A&T não seja vencedora da disputa.

A apresentação da proposta âncora pela Heftos (unidade produtiva isolda) bem como a estruturação do “financiamento DIP” de R$ 35 milhões seguem sujeitos a termos e condições a serem previamente aprovados pela companhia, após a auditoria jurídica, operacional e financeira, destacou no comunicado.

Fundada em 1922, a A&T atua na execução de contratos no sistema EPC (engenharia, compra e construção) ou prestação de serviços por nas áreas de construção civil, transporte, saneamento, montagem eletromecânica, óleo e gás, e desenvolvimento imobiliário. Procurada, a empresa preferiu não se pronunciar sobre a apresentação da proposta à UTC .

Nos últimos anos, em razão da crise do país, que reduziu drasticamente as obras de infraestrutura e em óleo e gás, a companhia foi duramente impactada. No fim de 2019 foi vendida para a Rocket Capital, que iniciou sua reestruturação financeira, com mudanças internas e renegociações de dívidas. O desafio traçado é voltar a conquistar obras, principalmente em saneamento básico e gás natural.

Comentários