ReutersReuters

OPEP+ vista a manter aumento de produção previsto para Fevereiro

A OPEP+ irá provavelmente cingir-se ao seu aumento previsto na produção de petróleo para Fevereiro, quando se reunir na terça-feira, uma vez que as fontes dizem que o grupo espera apenas um impacto de curta duração na procura da variante Ómicron do coronavírus.

A OPEP+, que agrupa produtores da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) com outros, incluindo a Rússia, aumentou a sua meta de produção mensal desde Agosto em 400.000 barris por dia (bpd).

Os planos actuais prevêem um novo aumento de 400.000 bpd para Fevereiro, deixando cerca de 3 milhões de bpd em cortes a serem efectuados até Setembro, de acordo com um acordo alcançado em Julho passado.

Num relatório técnico visto pela Reuters no domingo, a OPEP+ minimizou o impacto na procura de petróleo da variante Ómicron.

"Espera-se que o impacto ... seja suave e de curta duração, à medida que o mundo se torna mais bem equipado para gerir a COVID-19 e os seus desafios relacionados", disse o relatório do Comité Técnico Conjunto (JTC).

"Isto vem juntar-se a uma perspectiva económica estável tanto nas economias avançadas como nas emergentes", acrescentou.

Embora a OPEP+ tenha aumentado o seu objectivo de produção em cada mês, a produção real não tem acompanhado o ritmo, uma vez que alguns membros lutam com restrições de capacidade.

Os produtores da OPEP+ falharam as suas metas em 730.000 bpd em Outubro e em 650.000 bpd em Novembro, disse a Agência Internacional de Energia (AIE) no mês passado.

Join for free to get the full story
News unlock banner