ReutersReuters

Minério de ferro cai em Dalian apesar do alívio das restrições de Covid na China

Os contratos futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian caíram nesta quinta-feira, apesar do abrandamento das restrições rígidas da Covid-19 em algumas cidades da China, maior produtora mundial de aço, após uma recente série de protestos.

O minério de ferro mais negociado para janeiro na Dalian Commodity Exchange da China TIO1! encerrou as negociações do dia com queda de 0,1%, para 766,5 iuanes (108,58 dólares) a tonelada, abaixo da máxima anterior.

Na Bolsa de Cingapura, o minério de ferro de referência de dezembro (SZZFZ2) subiu 2,1%, para 102,80 dólares a tonelada.

O sentimento do mercado foi impulsionado pela aparente mudança na estratégia de Covid zero da China. No entanto, a fraqueza no setor imobiliário persiste --as vendas de casas novas pelos 100 maiores desenvolvedores chineses caíram 26% em relação ao ano anterior, para 559 bilhões de iuanes em novembro, disse o ANZ em uma nota.

O contrato de vergalhão mais ativo na Bolsa de Futuros de Xangai RBF1! subiu 0,2%, a bobina laminada a quente EHR1! subiu 0,3%, o fio-máquina (SWRcv1) avançou 0,9%, e o aço inoxidável HRC1! ganhou 0,4%.

(Por Matthew Chye)

((Tradução Redação São Paulo))

Join for free to get the full story
News unlock banner