ReutersReuters

Ouro reduz ganhos com subida 'yields' EUA, foco discurso Powell

Os preços do ouro reduziram os ganhos, esta quarta-feira, devido a um aumento das 'yields' das obrigações norte-americanas, antes de um muito aguardado discurso do Presidente da Reserva Federal, Jerome Powell, embora um dólar mais fraco tenha mantido o lingote a caminho do seu melhor mês desde Maio de 2021.

O ouro à vista GOLD subiu 0,1% para os 1.751,86 dólares por onça às 1516 TMG, depois de ter subido até 0,9% no início da sessão. Os futuros de ouro dos Estados Unidos GOLD subiram 0,7% para os 1.760,70 dólares.

Entretanto, o ouro deve registar um aumento mensal de 7,3%, após uma série de sete meses de perdas.

Ryan McKay, estratega de 'commodities' da TD Securities, disse que se está a ver um dólar mais baixo e que os mercados estão agora a precificar uma subida de apenas 50 pontos base por parte da Fed na próxima reunião.

No entanto, "em última análise, o mercado do ouro ainda é bastante vulnerável a uma Fed aguerrida. Não creio que isto seja o início de uma nova tendência de subida ou qualquer coisa no ouro por enquanto".

As 'yields' das obrigações norte-americanas US10Y aumentaram após dados mostrarem que a maior economia do mundo cresceu mais que o esperado no terceiro trimestre, aumentando o custo de oportunidade de deter ouro, que não dá juros.

A impedir a queda dos preços do ouro, o índice do dólar dos EUA DXY caiu 0,3% contra os seus rivais e estava a caminho da sua maior queda mensal ao longo de uma década.

Todos os olhares estão virados para o discurso de Powell num evento da Brookings Institution às 1830 TMG para qualquer indicação sobre a estratégia de política do banco central antes da sua reunião de Dezembro.

Join for free to get the full story
News unlock banner