ReutersReuters

Açúcar bruto se recupera após mínima de 2 semanas e meia; café cai

Os contratos futuros de açúcar bruto na ICE fecharam em alta no final da sessão, recuperando-se nesta segunda-feira, depois de atingir mínimas de 2 semanas e meia anteriormente, com raros protestos contra as rígidas restrições de Covid zero da China provocando preocupações sobre o crescimento da demanda na segunda maior economia do mundo.

AÇÚCAR

* O açúcar bruto de março SB1! fechou em alta de 0,05 centavo, ou 0,3%, a 19,38 centavos de dólar por libra-peso, tendo atingido anteriormente a mínima de 19,05 centavos. O contrato perdeu 3,6% na semana passada.

* Os negociantes observaram que o açúcar caiu um pouco de sua recente alta acima de 20 centavos, acrescentando que os sinais macroeconômicos fracos atuais podem empurrá-lo ainda mais para 19 centavos no curto prazo.

* Eles acrescentaram que o mercado de curto prazo encontra suporte de suprimentos apertados até o progresso das colheitas asiáticas.

* O açúcar branco de março SF1! caiu 1,10 dólar, ou 0,2%, para 528,60 dólares a tonelada.

CAFÉ

* O café arábica de março KC2! caiu 2,2 centavos, ou 1,3%, a 1,6285 dólar por libra.

* O contrato subiu 6,4% na semana passada, recuperando a maior parte do terreno perdido na semana anterior, quando os preços caíram 7,7% e atingiram uma mínima de 16 meses.

* para a safra do próximo ano após o período pós-floração.

* O exportador brasileiro Escritorio Carvalhaes disse em nota que os agricultores estão pouco ativos no mercado, devido à recente queda de preços, vendendo apenas pequenos lotes para pagar os custos do final da safra.

* O café robusta de janeiro RC1! caiu 2 dólares, ou 0,1%, para 1.855 dólares a tonelada.

* O mercado de robusta está sendo sustentado por chuvas no Vietnã que interromperam a colheita.

(Reportagem de Marcelo Teixeira e Maytaal Angel)

((Tradução Redação São Paulo))

Join for free to get the full story
News unlock banner