ReutersReuters

Dólar se recupera após Powell reafirmar a perspectiva "hawkish"

O dólar se recuperava nesta quarta-feira, um dia depois de registrar a maior perda diária em mais de dois meses, uma vez que o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, adotou um tom mais "hawkish" conforme o banco central para conter a inflação nos Estados Unidos.

Powell prometeu que o banco central dos EUA aumentará a taxas de juros o quanto for necessário, inclusive levando os juros acima do patamar neutro, para contar a inflação que, segundo ele, ameaça os alicerces da economia.

A taxa neutra é o nível no qual a atividade econômica não é simulada nem restringida.

"É um forte lembrete para o mercado de que o Federal Reserve vai subir a taxa de juros, provavelmente a um ritmo muito acelerado, a fim de recuperar sua credibilidade na frente da inflação", disse Jane Foley, chefe de câmbio do Rabobank.

"O Federal Reserve é a razão pela qual o sentimento desta manhã parece um pouco mais frágil do que ontem."

Às 7:50 (de Brasília), o índice do dólar DXY --que mede o desempenho da moeda norte-americana frente a uma cesta de seis divisas-- subia 0,24%, a 103,550, depois de ter atingido mínima de duas semanas após a queda de 0,9% de terça-feira.

O euro caía 0,3% para 1,0516 dólar EURUSD, revertendo avanço anterior para máxima de uma semana, um dia depois de Klaas Knot, do Banco Central Europeu, afirmar que um aumento de 50 pontos base nos juros em julho será possível se a inflação se ampliar.

(Reportagem de Samuel Indyk e Alun John)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2984))

Join for free to get the full story
News unlock banner