ReutersReuters

Ativos brasileiros avançam apesar de mau humor externo com PEC da Transição em foco

O dólar caía frente ao real e o Ibovespa subia nesta sexta-feira, apesar do mau humor externo após a divulgação de dados de emprego robustos nos Estados Unidos, com investidores domésticos focando expectativas de desidratação da PEC da Transição.

O piso para a PEC da Transição é de uma exceção de 150 bilhões de reais à regra do teto de gastos, disse nesta sexta-feira o líder do PT na Câmara dos Deputados, Reginaldo Lopes (MG), que é membro da transição de governo.

O valor ainda é elevado aos olhos de vários participantes do mercado, mas está abaixo dos quase 200 bilhões de reais inicialmente propostos pelo governo eleito. Além disso, muitos investidores ainda acreditam que a quantia final dos gastos extrateto será negociada para nível mais baixo durante a tramitação da PEC no Congresso.

Enquanto isso, no exterior, as ações caíam e o dólar saltava, depois que o Departamento de Trabalho dos EUA informou que os empregadores do país contrataram mais trabalhadores do que o esperado em novembro e aumentaram os salários, o que pode complicar a intenção do Federal Reserve de começar a desacelerar o ritmo de suas altas de juros neste mês.

Veja como estavam alguns dos principais mercados financeiros globais às 12h10 (de Brasília) desta sexta-feira:

CÂMBIO

O dólar teve salto pontual frente ao real nesta sexta-feira após dados de emprego norte-americanos robustos, mas logo retomou tendência de baixa vista esta semana depois que esperanças de alguma desidratação da PEC da Transição sustentaram o apetite de investidores por risco nos últimos dias.

A divisa dos Estados Unidos chegou a saltar 0,78% mais cedo, a 5,2382 reais, depois que um relatório mostrou forte criação de empregos na economia norte-americana em novembro.

A criação de vagas fora do setor agrícola dos EUA totalizou 263 mil no mês passado, disse o Departamento do Trabalho, acima dos 200 mil empregos esperados por economistas consultados pela Reuters.

"Da série 'good news, bad news' (notícia boa é notícia ruim): o forte resultado do mercado de trabalho nos EUA significa que o Fed pode até desacelerar a alta (de juros) em dezembro, mas o aperto monetário deve ir mais longe", disse Rafaela Vitoria, economista-chefe do Banco Inter, em publicação no Twitter.

Mais cedo nesta semana, investidores haviam moderado suas apostas para o ritmo e o nível final do ciclo de aperto monetário do Federal Reserve após o presidente do banco central dos Estados Unidos, Jerome Powell, dar uma indicação clara da intenção de desacelerar a alta de juros conforme indicadores recentes sinalizam arrefecimento da inflação no país. A resiliência do mercado de trabalho, no entanto, lança dúvidas sobre essa perspectiva.

Quanto mais altos são os juros nos EUA, mais o dólar tende a se beneficiar globalmente, conforme os rendimentos norte-americanos se tornam mais atraentes para investidores estrangeiros.

Apesar do salto pontual, o dólar logo retomou a tendência de queda frente ao real, ficando a caminho de fechar a semana em queda de mais de 4%, o que marcaria a depreciação mais intensa nessa base de comparação em um mês.

Investidores têm associado a baixa recente à expectativa de que a PEC da Transição seja moderada durante tramitação no Congresso.

Da forma que foi protocolada no Senado no início desta semana, a PEC abre uma exceção à regra do teto de gastos de quase 200 bilhões de reais por quatro anos, em grande parte para custear o Bolsa Família.

"No que diz respeito ao impacto fiscal, a equipe de Lula parece ter definido um 'piso' que considera razoável para minimizar os impactos fiscais negativos. Existem, porém, pressões de dentro do Congresso e do mercado para que esse valor caia para algo entre 80 bilhões e 130 bilhões de reais --a fim de evitar uma disparada da relação dívida/PIB", disse a Levante Investimentos em nota a clientes.

"Um cenário mais pessimista estava sendo precificado e um impacto fiscal menor traz algum alívio para os ativos financeiros", acrescentou a instituição.

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Reginaldo Lopes (MG), que é membro da transição de governo, disse nesta sexta-feira que o piso para a PEC da Transição é de uma exceção de 150 bilhões de reais à regra do teto de gastos.

Apesar da perspectiva de que a PEC seja enxugada, a Genial Investimentos alertou em nota a clientes que, com um possível melhor entendimento entre a Câmara e o novo governo, existe a chance que um gasto extrateto "acima do plausível" volte a entrar na pauta novamente, o que a instituição avaliou como negativo para os ativos brasileiros.

. Dólar/Real (BRBY): -0,18%, a 5,1898 reais na venda;

. Euro/Dólar EURUSD: -0,49%, a 1,047 dólar;

. Dólar/Cesta de moedas DXY: 0,47%, a 105,150.

BOVESPA

O Ibovespa avançava nesta sexta-feira, após titubear na sequência de dados de emprego mais fortes que o esperado nos Estados Unidos, chegando a cair abaixo de 110 mil pontos no pior momento, enquanto no Brasil cresce a expectativa de a PEC da Transição representar exceção de 150 bilhões de reais ao teto de gastos.

A sessão que deve ter liquidez reduzida novamente na bolsa paulista por causa de jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo, às 16h (horário de Brasília). O Brasil enfrenta a equipe de Camarões, mas já está classificado para as oitavas de final

Nos Estados Unidos, a criação de vagas de trabalho fora do setor agrícola totalizou 263 mil no mês passado, segundo o Departamento do Trabalho, contra expectativas que apontavam 200 mil empregos em novembro. Os dados de outubro foram revisados para cima.

Na visão do estrategista-chefe da Avenue Securities, William Castro Alves, os dados reforçam a percepção de que ainda há muito trabalho para o Federal Reserve no sentido de desaquecer o mercado de trabalho e evitar uma espiral inflacionária com mais elevações de salários.

Em Wall Street, os principais índices acionários abriram em queda no último pregão da semana.

No Brasil, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Reginaldo Lopes (MG), disse nesta sexta-feira que o piso para a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Transição é de uma exceção de 150 bilhões de reais à regra do teto de gastos e que o prazo de dois anos pode ser o caminho.

A PEC original protocolada no Congresso cria uma exceção de até 198 bilhões de reais para gastos fora do teto em 2023. Pelo texto, a medida teria validade por quatro anos. A proposta está tramitando no Senado e a previsão é de que seja votada pelo plenário da Casa na próxima quarta-feira.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN PETR3 tinha elevação de 2,89%, a 26,33 reais, a despeito da fraqueza dos preços do petróleo Brent no exterior BRN1!, em dia de ajustes para ação após queda de 4% na quinta-feira.

- SUZANO ON SUZB3 recuava 2,95%, a 51,6 reais, após a maior fabricante de celulose de eucalipto do mundo anunciar na véspera estimativa de investimento de 18,5 bilhões de reais para o próximo ano, acima dos 16,1 bilhões previstos para 2022. Para analistas do Itaú BBA, a notícia é ligeiramente negativa. A Suzano também anunciou dividendos intercalares.

- QUALICORP ON QUAL3 avançava 10,57%, a 6,8 reais, ampliando a recuperação em dezembro após oito meses seguidos de queda.

- MULTIPLAN ON MULT3 subia 4,63%, a 23,04 reais, favorecida por relatório de analistas do Goldman Sachs elevando a recomendação dos papéis para "compra", mas mantendo o preço-alvo de 28 reais. No setor, as units de Iguatemi IGTI3 valorizavam-se 3,96% e brMalls ON BRML3 avançava 1,88%.

- VALE ON VALE3 perdia 0,31%, a 85,91 reais, apesar da alta dos futuros do minério de ferro na Ásia, bem como anúncio pela mineradora de que o seu conselho de administração aprovou remuneração de juros sobre o capital próprio (JCP) no valor total bruto de 1,319 bilhão de reais, correspondente a 0,290809381 real por ação. No setor, CSN MINERAÇÃO ON CMIN3 operava estável.

. Ibovespa IBOV: +2,05%, a 113.196,10 pontos;

. Volume financeiro: R$6,9 bi

. Índice dos principais ADRs brasileiros (.BR20): +1,93%, a 17.574,84 pontos.

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em (.PG.BVSP)

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em (.PL.BVSP)

JURO

Mês

Ticker

Taxa (% a.a.)

Ajuste anterior (% a.a.)

Variação (p.p.)

JAN/23

(DIJF23)

13,668

13,672

-0,004

JAN/24

(DIJF24)

13,79

13,98

-0,19

JAN/25

(DIJF25)

12,845

13,13

-0,285

JAN/26

(DIJF26)

12,565

12,875

-0,31

JAN/27

(DIJF27)

12,43

12,75

-0,32

BOLSAS DOS EUA

Os principais índices de Wall Street abriram em baixa nesta sexta-feira, com a criação de empregos acima do esperado nos Estados Unidos em novembro jogando um balde de água fria nas expectativas dos investidores de que o Federal Reserve moderaria seu aperto monetário agressivo.

. Dow Jones DJI: -0,83%, a 34.111,04 pontos;

. Standard & Poor's 500 SPX: -1,05%, a 4.033,87 pontos;

. Nasdaq IXIC: -1,31%, a 11.331,73 pontos.

BOLSAS DA EUROPA

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP tinha queda de 0,39%, a 442,24 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times UK100 recuava 0,15%, a 7.547,04 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX DAX caía 0,08%, a 14.478,18 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 PX1 perdia 0,33%, a 6.731,35 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib FTSEMIB tinha desvalorização de 0,41%, a 24.584,98 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 IBC registrava baixa de 0,50%, a 8.366,10 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 PSI20 desvalorizava-se 0,99%, a 5.868,51 pontos.

DÍVIDA

. Treasuries de 10 anos US10Y: rendimento em alta a 3,6067%, ante 3,527% no pregão anterior;

PETRÓLEO

. Nymex - CL1!: 0,7%, a 81,79 dólares por barril;

. ICE Futures Europe - Brent BRN1!: 0,4%, a 87,23 dólares por barril.

((Redação São Paulo, 55 11 56447757))

Join for free to get the full story
News unlock banner