ReutersReuters

Wall St pausa rali pós-Powell e dólar recua

As ações de Wall Street tinham pouco progresso na sessão instável desta quinta-feira, com os investidores digerindo dados econômicos após um grande rali na sessão anterior, desencadeado por sinais do Federal Reserve de que vai desacelerar o ritmo de alta da taxa de juros.

Já o dólar caiu para seu nível mais baixo desde agosto e os rendimentos dos Treasuries recuavam depois que o chair do Fed, Jerome Powell, disse na quarta-feira que era hora de desacelerar os aumentos de juros.

Ele também apontou para um ajuste econômico prolongado para um ambiente de custos de empréstimos mais altos e um lento declínio da inflação, bem como uma escassez crônica de trabalhadores nos Estados Unidos.

Embora os contratos futuros do petróleo tenham devolvido alguns ganhos no decorrer da sessão, o petróleo subiu acentuadamente mais cedo com a chance de novos cortes de oferta pela Opep+, refletindo também o alívio das restrições da Covid na China, que trouxe esperanças de maior demanda do maior importador mundial de petróleo.

Nesta tarde, o Dow Jones Industrial Average DJI caía 0,46%, para 34.431,23 pontos, enquanto o S&P 500 SPX ganhava 0,03%, para 4.081,35 pontos. O Nasdaq Composite IXIC, por sua vez, subia 0,26%, para 11.498,20 pontos.

"Estamos um pouco no limbo após o grande rali de ontem. Os investidores ainda estão digerindo isso e esperando os dados de criação de empregos de amanhã", disse Garrett Melson, estrategista de portfólio da Natixis Investment Managers Solutions.

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP fechou em alta de 0,89%, a 443,96 pontos.

O índice do dólar contra uma cesta de moedas DXY caía 1,03%, a 104,690.

Já o rendimento do Treasury de dez anos US10Y tinha queda a 3,5212%, ante 3,701% no pregão anterior.

Entre as commodities, o petróleo Brent BRN1! fechou a 86,88 dólares o barril, queda de 0,09 centavos de dólar por barril.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

Join for free to get the full story
News unlock banner