ReutersReuters

Moedas depreciam com dólar forte

A força do dólar e temores sobre o crescimento global provocaram queda na maioria das moedas latino-americanas nesta quarta-feira.

A firmeza da divisa norte-americana e a fraqueza das moedas regionais resultam em custos de importação mais altos, o que acelera a inflação e, embora os mercados emergentes tenham iniciado seus ciclos de aperto monetário bem antes de países desenvolvidos, o avanço dos preços superou consistentemente as expectativas.

O real (BRBY) caiu a uma mínima desde janeiro. O peso mexicano USDMXN cedia 0,11%, enquanto a divisa colombiana USDCOP recuava 0,7%. O sol peruano USDPEN cedia 0,4%.

O peso argentino negociado no mercado informal (ARSB=) caiu nesta quarta-feira para uma nova mínima recorde em 315 por dólar, em meio a dúvidas crescentes sobre as perspectivas de curto prazo para a economia sul-americana, propensa a crises.

O peso chileno USDCLP chegou ao fim da tarde em torno da estabilidade, depois de subir 1,4% mais cedo. Um programa de intervenção cambial anunciado pelo banco central na semana passada fez com que a enfraquecida moeda saltasse quase 13% desde que atingiu uma mínima recorde de 1.060,55 por dólar em 14 de julho.

((Tradução Redação Brasília))

Join for free to get the full story
News unlock banner