ReutersReuters

Arábia Saudita eleva preço de venda de petróleo à Ásia em agosto para nível quase recorde

A Arábia Saudita, maior exportador de petróleo do mundo, elevou os preços do petróleo bruto para compradores asiáticos em agosto para níveis quase recordes, em meio à oferta apertada e demanda robusta.

O preço oficial de venda (OSP) para carregamento do petróleo tipo Arab Light em agosto para a Ásia foi elevado em 2,80 dólares por barril, para 9,30 dólares por barril acima das cotações de Omã/Dubai, disse a estatal petroleira Saudi Aramco 2222 na segunda-feira. O patamar de preços está perto do prêmio recorde de 9,35 dólares por barril atingido em maio.

O aumento de preços veio alinhado às previsões de mercado coletadas pela Reuters, de um aumento de cerca de 2,7 dólares por barril.

A Opep+ decidiu manter o aumento de produção planejado para agosto, apesar dos apelos das principais economias, incluindo Estados Unidos e Reino Unido, para bombear mais petróleo, à medida que os países se esforçam para reduzir os preços crescentes da energia e controlar a inflação.

Enquanto os dois principais produtores da Opep --Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos-- sinalizaram capacidade ociosa limitada para aumentar ainda mais a produção, a interrupção do fornecimento na Líbia, Nigéria e Noruega pode desafiar os planos existentes para elevar a produção.

A demanda por petróleo bruto na Ásia, no entanto, tem sido forte, com margens de refino para gasolina, diesel e combustível de aviação atingindo recordes, conforme as pessoas fazem mais viagens na estrada durante o verão e as empresas reabrem após os lockdowns.

O OSP para o petróleo Arab Extra Light foi elevado em 3,50 dólares, para 10,35 dólares o barril, superando o recorde anterior de 9,60 dólares em maio.

(Por Florence Tan e Muyu Xu, reportagem adicional de Deep Vakil)

((Tradução Redação São Paulo))

Join for free to get the full story
News unlock banner