ReutersReuters

Minério de ferro se recupera com otimismo na demanda após China aliviar restrições à Covid

Os contratos futuros de minério de ferro se recuperaram nesta quinta-feira, com o aumento das importações na China sugerindo uma melhora na demanda e o relaxamento das restrições da Covid no país aumentando as esperanças de maior consumo.

O contrato de minério de ferro de maio mais negociado na Dalian Commodity Exchange da China TIO1! avançou 1,4%, para 790 iuanes (113,37 dólares) a tonelada.

Os preços do minério de ferro de Dalian subiram cerca de 30% desde o início de novembro, impulsionados pela intensificação do apoio da China a incorporadoras imobiliárias local em dificuldades e pelo alívio de suas restrições à Covid-19.

Analistas do ANZ disseram que os dados indicam sinais de demanda crescente.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de janeiro do ingrediente siderúrgico (SZZFF3) subiu 2,6%, para 108,85 dólares a tonelada.

O contrato de vergalhão mais ativo na Bolsa de Futuros de Xangai RBF1! aumentou 0,8% para 3.839 iuanes por tonelada, a bobina laminada a quente EHR1! subiu 0,6% para 3.945 iuanes a tonelada, o fio-máquina (SWRcv1) ganhou 1,3% para 4.588 iuanes a tonelada, enquanto o aço inoxidável HRC1! caiu 0,1%, para 17.265 iuanes a tonelada.

O minério de ferro à vista para entrega na China (SH-CCN-IRNOR62) subiu para 110,50 dólares a tonelada nesta quinta-feira, 2 dólares acima do registrado na véspera, de acordo com a consultoria SteelHome.

(Por Mai Nguyen em Hanói)

((Tradução Redação São Paulo))

Join for free to get the full story
News unlock banner