ReutersReuters

Gastos do consumidor nos EUA ficam sólidos em outubro e pedidos de auxílio-desemprego caem

Os gastos do consumidor norte-americano aumentaram solidamente em outubro, enquanto a inflação moderou, dando à economia um forte impulso no início do quarto trimestre, à medida que navega em um ambiente de juros altos.

Os gastos do consumidor, que respondem por mais de dois terços da atividade econômica dos Estados Unidos, saltaram 0,8% após um aumento não revisado de 0,6% em setembro, informou o Departamento de Comércio nesta quinta-feira. O crescimento de outubro ficou em linha com as expectativas dos economistas.

Houve também moderação na tendência de inflação no mês passado. O índice de preços de despesas de consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês) subiu 0,3% após avançar na mesma margem em setembro. Nos 12 meses até outubro, o índice de preços PCE aumentou 6,0%, após avançar 6,3% em setembro.

Um relatório separado do Departamento do Trabalho nesta quinta-feira mostrou que os pedidos iniciais de auxílio-desemprego caíram em 16 mil, para dado ajustado sazonalmente de 225 mil na semana encerrada em 26 de novembro.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

((Tradução Redação São Paulo, +55 11 5047-3075))

Join for free to get the full story
News unlock banner