ReutersReuters

Ações têm leve alta à espera de sanções; mercado francês sofre liquidação

As ações europeias subiram nesta terça-feira, conforme investidores aguardavam novas sanções a Moscou, enquanto o índice blue-chip da França despencou depois que pesquisas de opinião sobre as eleições presidenciais deste mês ficaram mais acirradas.

Os mercados franceses acordaram com o risco de a candidata de extrema-direita Marine Le Pen vencer as eleições deste mês contra Emmanuel Macron, depois que Le Pen conquistou 48,5% das intenções de voto numa pesquisa publicada na segunda-feira --a maior porcentagem que ela já alcançou.

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP fechou em alta de 0,19%, a 463,07 pontos, e devolveu alguns ganhos obtidos mais cedo, enquanto o índice de referência CAC 40 da França PX1 teve seu pior dia em quase um mês.

"Na melhor das hipóteses, (Le Pen) prejudicaria e frustraria a formulação das políticas europeias e, na pior das hipóteses, tentaria desmantelar as estruturas da União Europeia por dentro... Se as pesquisas continuarem a favor dela, os investidores provavelmente ficarão muito mais preocupados", disse Jessica Hinds, economista sênior para a Europa da Capital Economics.

Em resposta à morte de civis em uma cidade ucraniana, a UE propôs amplas novas sanções contra Moscou, que incluem a proibição de importações de carvão, que, se aprovada, impediria importações russas no valor de 9 bilhões de euros e exportações para a Rússia no valor de 10 bilhões de euros.

Em LONDRES, o índice Financial Times UK100 avançou 0,72%, a 7.613,72 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX DAX caiu 0,65%, a 14.424,36 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 PX1 perdeu 1,28%, a 6.645,51 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib FTSEMIB teve desvalorização de 0,86%, a 24.960,38 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 IBC registrou alta de 1,20%, a 8.623,30 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 PSI20 valorizou-se 1,67%, a 6.100,74 pontos.

((Tradução Redação Brasília))

Join for free to get the full story
News unlock banner