ReutersReuters

Dólar sobe e euro cai com Biden levando plano de sanções contra Rússia à Europa

O dólar subia nesta quarta-feira enquanto o euro enfraquecia, conforme os preços do petróleo registravam outro salto, com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prestes a anunciar novas sanções contra a Rússia durante sua viagem à Europa.

Biden deve chegar a Bruxelas ainda nesta quarta-feira, em sua primeira viagem ao exterior desde o início da guerra na Ucrânia, e se reunirá com líderes da Otan e europeus numa cúpula de emergência na sede da aliança militar ocidental. Fontes disseram que o pacote dos EUA incluirá medidas contra parlamentares russos.

Os preços de commodities como petróleo e trigo têm subido à medida que as tensões na Ucrânia aumentam, pressionando ainda mais a inflação já alta. A aceleração da alta dos preços levou muitos bancos centrais, incluindo o Federal Reserve, a tomar medidas para conter a inflação, como aumentar as taxas de juros.

Os preços do petróleo subiram mais de 5% nesta quarta-feira, apoiados pela interrupção das exportações da Rússia e do Cazaquistão.

O índice do dólar DXY --que mede o desempenho da moeda norte-americana frente a uma cesta de seis divisas-- subia 0,12%, a 98,631.

O euro EURUSD tinha queda de 0,20%, a 1,1005 dólar, que ao mesmo tempo avançava 0,28%, a 121,14 ienes USDJPY.

A libra GBPUSD devolvia 0,41%, a 1,3208 dólar, que por sua vez perdia 0,24%, a 0,9309 franco suíço USDCHF.

O dólar australiano AUDUSD, muitas vezes tido como uma "proxy" de demanda por risco, valorizava-se 0,48%, a 0,7503 dólar norte-americano.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

Join for free to get the full story
News unlock banner