ReutersReuters

Versão do Disney+ suportada por anúncios é lançada com grandes marcas

A versão com suporte de anúncios do serviço Disney+ foi lançada nesta quinta-feira, atraindo grandes anunciantes, trazendo novas receitas à medida que a Walt Disney DIS se esforça para tornar seu negócio de streaming lucrativo.

A presidente de publicidade da Disney, Rita Ferro, disse que mais de 100 marcas, da Mattel MAT à Marriott Hotels, estão participando do lançamento, que a Disney vem promovendo para profissionais de marketing e compradores de anúncios desde maio.

A empresa está sob pressão para obter lucro no negócio de streaming, que teve prejuízo de 1,5 bilhão de dólares no último trimestre. A frustração dos investidores atingiu as ações da empresa e precipitou a demissão no mês passado do presidente Bob Chapek e o retorno do antigo líder da Disney, Bob Iger.

Um aumento de preço de 3 dólares por mês também entrou em vigor em 8 de dezembro, elevando o preço da versão sem anúncios do Disney+ para 10,99 dólares. O Disney+ com anúncios custa 7,99 dólares. A empresa de pesquisa Kantar projeta que um em cada quatro assinantes do Disney+ poderia mudar para a versão mais barata do serviço com publicidade.

A diretora financeira, Christine McCarthy, disse aos investidores que a empresa não espera que o nível de publicidade tenha impacto significativo até o fim do ano fiscal de 2023.

Ferro disse que o Disney+ terá quatro minutos de publicidade por hora, em spots de 15 e 30 segundos, e limitará o número de vezes que o mesmo anúncio aparecerá em um dia ou semana.

A Disney planeja ter recursos que permitirão aos anunciantes segmentar os consumidores por região, gênero e idade.

((Tradução Redação São Paulo))

Join for free to get the full story
News unlock banner