ReutersReuters

S&P marca 4ª queda seguida com temores de recessão nos EUA

Wall Street fechou em baixa nesta terça-feira e o índice S&P 500 teve a quarta queda consecutiva, com investidores se mostrando preocupados com os aumentos de juros do Federal Reserve e mais rumores sobre uma recessão iminente.

A Meta META pressionou os mercados, com suas ações em baixa de 6,8% após reguladores da União Europeia decidirem que a empresa não pode exigir que usuários concordem com anúncios personalizados com base em sua atividade digital.

No entanto, nomes da tecnologia foram golpeados no geral com investidores cautelosos em relação às empresas de alto crescimento, cujo desempenho seria lento em uma economia frágil. Apple AAPL, Amazon AMZN e Alphabet GOOG caíram entre 2,5% e 3%, enquanto o índice de tecnologia Nasdaq recuou pela terceira sessão seguida.

A maioria dos 11 principais setores do S&P 500 cedeu, com energia e serviços de comunicação S5TELS juntando-se à tecnologia S5INFT entre os piores desempenhos. Serviços públicos S5UTIL, setor defensivo frequentemente favorecido em tempos de incerteza econômica, foi a exceção, com alta de 0,7%.

O presidente-executivo do Bank of America BAC projetou três trimestres de desaceleração econômica moderada no próximo ano, enquanto Jamie Dimon, presidente do JPMorgan JPM, disse que a inflação vai corroer o poder de compra do consumidor norte-americano e que uma recessão é provável.

O Dow Jones DJI caiu 1,03%, para 33.596,34 pontos. O S&P 500 SPX perdeu 1,44%, para 3.941,26 pontos. O ​​Nasdaq IXIC caiu 2%, para 11.014,89 pontos.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

Join for free to get the full story
News unlock banner