ReutersReuters

Dólar devolve ganhos com realização após crescimento salarial nos EUA nublar perspectiva sobre Fed

O dólar caía nesta sexta-feira, depois que uma autoridade do Federal Reserve disse que os aumentos de juros provavelmente desacelerarão, com investidores realizando lucros sobre ganhos anteriores, provocados por dados de emprego e inflação salarial surpreendentemente fortes para novembro, que turvaram as perspectivas sobre quão duro será o banco central dos EUA no aperto monetário.

O dólar inicialmente saltou depois que dados mostraram que os empregadores dos Estados Unidos criaram 263 mil vagas de trabalho em novembro, bem acima das estimativas de 200 mil.

"Contratações mais fortes do que o esperado podem dar ao Fed mais tempo para permanecer agressivo", disse Joe Manimbo, analista sênior de mercado da Convera.

Os investidores se concentraram em um aumento nos ganhos salariais médios por hora de 0,6% no mês, acima das expectativas de alta de 0,3%, disse Marc Chandler, estrategista-chefe de mercado da Bannockburn Global Forex.

Mas o dólar eventualmente devolveu os ganhos, com os investidores realizando lucros antes do fim de semana e com as autoridades do Fed falando sobre as perspectivas.

O presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, disse que o ritmo dos aumentos de juros provavelmente diminuirá, mas acrescentou que o banco central dos EUA provavelmente precisará aumentar os custos dos empréstimos para um pico "ligeiramente mais alto" do que o previsto em setembro.

Nesta tarde, o índice do dólar contra uma cesta de moedas DXY caía 0,12%, a 104,530.

O euro EURUSD subia 0,12%, a 1,0535 dólar.

O dólar recuava 0,71% no dia contra o iene japonês USDJPY para 134,38 ienes.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

Join for free to get the full story
News unlock banner