ReutersReuters

Real sobe com amparo externo, mas Ibovespa recua após decepção com PIB do Brasil no 3° tri

O dólar recuava frente ao real nesta quinta-feira, em linha com a fraqueza da divisa norte-americana no exterior após dados de inflação norte-americanos terem reforçado a perspectiva de moderação do aperto monetário do Federal Reserve, mas uma leitura mais fraca do que o esperado da atividade brasileira pressionava o Ibovespa.

O índice de preços de despesas de consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês) subiu 0,3% em outubro, após avançar na mesma margem em setembro, mostraram dados dos Estados Unidos nesta quinta-feira.

Nos 12 meses até outubro, o PCE aumentou 6,0%, após avanço de 6,3% em setembro, uma desaceleração que pode justificar aumentos menores dos juros pelo Fed a partir da reunião de dezembro.

No Brasil, o IBGE informou nesta manhã que o Produto Interno Bruto do Brasil perdeu mais força do que o esperado no terceiro trimestre do ano, ainda que tenha marcado o maior patamar da série histórica. O PIB cresceu 0,4% no terceiro trimestre sobre os três meses imediatamente anteriores, contra taxa de 0,7% estimada por economistas em pesquisa da Reuters.

Na bolsa, os números se refletiam principalmente no setor de consumo, que caíam nesta sessão.

Veja como estavam alguns dos principais mercados financeiros globais às 12h (de Brasília) desta quinta-feira:

CÂMBIO

O dólar caía frente ao real nos primeiros negócios desta quinta-feira, acompanhando a fraqueza externa da divisa norte-americana em meio a esperanças de desaceleração do aperto monetário do Federal Reserve, que foram reforçadas pela divulgação de dados de inflação dos Estados Unidos.

O foco de investidores nesta quinta-feira estava sobre o Federal Reserve, cujo chair, Jerome Powell, sinalizou na véspera que o banco central norte-americano pode reduzir o tamanho de seus ajustes nos juros já em dezembro. O dólar se enfraquecia globalmente na esteira dessa indicação,

Às 10h30 (de Brasília), foram divulgados dados de inflação norte-americanos que reforçaram a perspectiva de um Fed mais brando na conduta da política monetária. O índice de preços de despesas de consumo pessoal (PCE, na sigla em inglês) subiu 0,3% em outubro, após avançar na mesma margem em setembro. Nos 12 meses até outubro, o PCE aumentou 6,0%, após avançar 6,3% em setembro.

Já o noticiário fiscal doméstico continuava no radar, mas sem a expectativa de desdobramentos relevantes no dia. "Não esperamos grandes novidades, uma vez que a PEC de transição só será avaliada e votada no Senado na semana que vem, e o governo já sinalizou que nenhum ministro deverá ser anunciado até o final de semana", disse a equipe da Guide Investimentos em nota.

Segundo Bruno Di Giacomo, CIO da Nero Capital, a PEC da Transição é o "grande tema" do mercado financeiro brasileiro no curto prazo.

"Foi isso que pressionou o câmbio na última tendência de alta, e talvez o arrefecimento recente (do dólar) tenha a ver com possível desidratação" da proposta durante tramitação no Congresso, avaliou o especialista.

Na quarta-feira, a moeda norte-americana spot caiu 1,68%, a 5,1996 reais, patamar de encerramento mais baixo desde o último dia 9 (5,1845). No acumulado das últimas três sessões completas, o dólar despencou 3,85%, em meio a esperanças de que os 200 bilhões de reais em gastos extrateto previstos na PEC sejam moderados e seu período de duração, reduzido.

Olhando para um prazo mais longo, Di Giacomo vê uma tendência de baixa do dólar, em meio à possibilidade de que a taxa Selic volte a subir, o que elevaria o diferencial de juros entre Brasil e Estados Unidos e tornaria a moeda brasileira mais atraente para investidores estrangeiros.

Os juros futuros dispararam em novembro em meio à percepção de risco fiscal elevado, com a curva de DIs chegando a precificar novos aumentos da Selic --atualmente em 13,75%-- em 2023.

. Dólar/Real (BRBY): -0,55%, a 5,1718 reais na venda;

. Euro/Dólar EURUSD: +1,19%, a 1,0529 dólar;

. Dólar/Cesta de moedas DXY: -1,03%, a 104,690.

BOVESPA

A bolsa paulista abriu com viés negativo nesta quinta-feira, marcada pela divulgação do PIB brasileiro, que desacelerou mais do que o esperado no terceiro trimestre, enquanto o noticiário corporativo destaca o plano de investimentos da Petrobras PETR3.

. Ibovespa IBOV: -0,74%, a 111.657,34 pontos;

. Índice dos principais ADRs brasileiros (.BR20): +0,21%, a 17.439,50 pontos.

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em (.PG.BVSP)

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em (.PL.BVSP)

JURO

Mês

Ticker

Taxa (% a.a.)

Ajuste anterior (% a.a.)

Variação (p.p.)

JAN/23

(DIJF23)

13,678

13,68

-0,002

JAN/24

(DIJF24)

14,005

13,915

0,09

JAN/25

(DIJF25)

13,135

13,03

0,105

JAN/26

(DIJF26)

12,875

12,745

0,13

JAN/27

(DIJF27)

12,75

12,65

0,1

BOLSAS DOS EUA

O S&P 500 e o Nasdaq abriram em alta nesta quinta-feira, depois que dados mostraram uma leve redução da inflação e sólidos gastos do consumidor nos Estados Unidos em outubro, aumentando as expectativas de uma possível moderação na política agressiva de aumento de juros do Federal Reserve.

. Dow Jones DJI: -0,09%, a 34.559,48 pontos;

. Standard & Poor's 500 SPX: 0,43%, a 4.097,55 pontos;

. Nasdaq IXIC: +0,27%, a 11.498,54 pontos.

BOLSAS DA EUROPA

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP tinha alta de 0,94%, a 444,18 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times UK100 recuava 0,11%, a 7.564,62 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX DAX subia 0,81%, a 14.513,62 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 PX1 ganhava 0,29%, a 6.757,78 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib FTSEMIB tinha valorização de 0,66%, a 24.773,66 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 IBC registrava alta de 0,95%, a 8.442,50 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 PSI20 valorizava-se 1,35%, a 5.941,88 pontos.

DÍVIDA

. Treasuries de 10 anos US10Y: rendimento em queda a 3,6126%, ante 3,701% no pregão anterior;

PETRÓLEO

. Nymex - CL1!: 3,04%, a 80,58 dólares por barril;

. ICE Futures Europe - Brent BRN1!: 2,82%, a 85,37 dólares por barril.

((Redação São Paulo, 55 11 56447757))

Join for free to get the full story
News unlock banner