ReutersReuters

Ações ganham terreno e rendimentos dos Treasuries recuam após fala de Powell

As ações de Wall Street subiam nesta quarta-feira, enquanto os rendimentos dos Treasuries perdiam fôlego e o dólar caía depois que o chair do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que o banco central pode desacelerar o ritmo de alta das taxas de juros "já em dezembro", mesmo após ter advertido que a inflação ainda está muito alta.

Suas palavras pareceram acalmar investidores que temiam uma declaração mais dura, mesmo que Powell tenha alertado que a luta contra a inflação está longe de terminar e que questões importantes permanecem sem resposta, incluindo o quanto os juros precisarão subir e por quanto tempo permanecerão nesse patamar.

"O mercado está vendo este copo como meio cheio, poderia ter sido uma abordagem pior. Powell realmente não disse nada tão novo", disse Sameer Samana, estrategista sênior de mercado global do Wells Fargo Investment Institute.

"A política monetária continua sendo apertada. As pessoas simplesmente não estão apreciando isso", acrescentou, observando que, mesmo que o Fed interrompesse os aumentos de juros, ainda estaria encolhendo o balanço patrimonial, que ele vê como "quase tão importante, talvez mais importante, do que o nível de taxas".

Às 17h39 (de Brasília), o Dow Jones DJI avançava 1,72%, a 34.434,40 pontos. O S&P 500 SPX ganhava 2,61%, a 4.061,03 pontos, enquanto o Nasdaq IXIC subia 3,55%, a 11.373,75 pontos.

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP fechou em alta de 0,63%, a 440,04 pontos.

O rendimento dos Treasuries de dez anos US10Y tinham queda a 3,6865%, ante 3,748% no pregão anterior.

Entre as commodities, o petróleo dos Estados Unidos CL1! fechou a 80,55 dólares o barril, alta de 3,0%, enquanto os contratos futuros do Brent ficaram em 83,43 dólares o barril, avanço de 2,8%.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

Join for free to get the full story
News unlock banner