ReutersReuters

Dados de vagas disponíveis nos EUA mostram progresso modesto do Fed no mercado de trabalho

As oportunidades de emprego em aberto nos Estados Unidos caíram em outubro, empurrando uma medida do mercado de trabalho observada de perto na direção que as autoridades do Federal Reserve gostariam, enquanto elas contemplam desacelerar o ritmo dos próximos aumentos de juros do banco central.

Mas o progresso foi modesto, com as vagas disponíveis caindo de cerca de 10,6 milhões para 10,3 milhões, e a proporção de postos em aberto para cada desempregado caindo de 1,85 para 1,7, mostrou o Departamento do Trabalho dos EUA em sua pesquisa mensal Jolts, publicada nesta terça-feira.

Isso é melhor do que os níveis de quase 2 para 1 vistos em julho, mas ainda muito acima dos cerca de 1,2 empregos por desempregado que caracterizaram os anos anteriores à pandemia da Covid-19, quando a taxa de desemprego era semelhante aos 3,7% de outubro, mas os ganhos salariais eram considerados consistentes com a meta de inflação de 2% do banco central dos EUA.

A proporção, frequentemente citada pelo chair do Fed, Jerome Powell, também está basicamente estável há três meses.

Thomson Reuters

Uma estimativa separada do número de pessoas que deixaram seus empregos, observada como uma medida do poder de barganha dos trabalhadores na economia, também caiu, mas apenas ligeiramente.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447723))

Join for free to get the full story
News unlock banner