ReutersReuters

Dólar sobe e Ibovespa recua com incertezas sobre PEC e Fazenda

Os ativos brasileiros operavam em queda nesta sexta-feira, penalizados por incertezas persistentes sobre qual será o texto final da PEC da Transição e quem o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva indicará ao cargo de ministro da Fazenda.

As perdas do Ibovespa IBOV vinham em detrimento dos ganhos das principais bolsas internacionais, enquanto os ganhos do dólar frente ao real eram amparados por uma tímida recuperação da divisa norte-americana frente a pares arriscados.

Investidores alertavam para mais uma sessão de liquidez reduzida, já que os mercados dos Estados Unidos fecharão mais cedo nesta sexta-feira devido ao feriado do Dia de Ação de Graças da véspera.

No Brasil, agentes financeiros seguem aguardando novidades sobre a PEC da Transição, enquanto a notícia de que Fernando Haddad (PT) representava Lula num evento da Febraban nesta sexta-feira mantinha o ambiente cauteloso ao sugerir que o ex-prefeito de São Paulo pode ser o indicado do presidente eleito para chefiar o Ministério da Fazenda.

Veja como estavam alguns dos principais mercados financeiros globais às 12h (de Brasília) desta sexta-feira:

CÂMBIO

O dólar tinha alta frente ao real nesta sexta-feira, acompanhando recuperação da divisa norte-americana contra pares arriscados no exterior e temores domésticos sobre qual será o texto final da PEC da Transição e quem o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva indicará ao cargo de ministro da Fazenda.

O comportamento do mercado de câmbio doméstico nesta manhã estava amplamente em linha com movimento externo, já que o dólar subia contra uma cesta de seis pares fortes DXY, ainda que continuasse próximo de uma mínima em três meses.

Já contra divisas arriscadas pares do real, a moeda norte-americana registrava ganhos, com rand sul-africano USDZAR, peso mexicano USDMXN, peso chileno USDCLP e dólar australiano AUDUSD perdendo de 0,2% a 0,7%.

O Banco Inter destacou em nota a clientes um cenário externo de agenda amena, mas com baixa liquidez, já que os mercados dos Estados Unidos fecharão mais cedo nesta sexta-feira devido ao feriado do Dia de Ação de Graças da véspera. Segundo o Inter, investidores refletiam tanto os riscos de imposição de novas restrições da Covid-19 na China quanto expectativas de que o Federal Reserve possa reduzir seu ritmo de aperto monetário.

Enquanto isso, no Brasil, o foco seguia sobre a agenda fiscal do governo eleito.

Estrategistas da Guide Investimentos avaliaram em nota que "o investidor recebeu bem o novo adiamento da PEC da Transição, que se deu pela forte resistência do Congresso às medidas mais contenciosas pretendidas pelo novo governo no texto (aumento dos gastos 'extra-teto' por período extenso)".

O governo eleito passou a admitir que a PEC da Transição --que busca aprovar para permitir financiamento fora do teto de gasto para programas sociais-- possa ser aprovada para um período de apenas dois anos, em vez do período inicial de quatro, como se planejava, afirmaram à Reuters três fontes envolvidas na negociação.

Por outro lado, a notícia de que o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) representará Lula num evento da Febraban nesta sexta-feira mantinha agentes do mercado cautelosos.

"A escolha... foi recebida como mais um sinal de que o ex-prefeito da cidade de São Paulo é o primeiro da fila para ocupar a pasta da Fazenda", avaliou a Guide.

O mercado financeiro tem reagido mal a qualquer indicação de que Haddad será nomeado ao cargo, já que --aos olhos de investidores-- é inclinado a flexibilizações das regras fiscais do país e tem pouca experiência técnica.

A moeda norte-americana spot fechou a última sessão em queda de 1,13%, a 5,3103 reais na venda.

. Dólar/Real (BRBY): +0,94%, a 5,3600 reais na venda;

. Euro/Dólar EURUSD: -0,27%, a 1,038 dólar;

. Dólar/Cesta de moedas DXY: 0,30%, a 106,190.

BOVESPA

O Ibovespa caía nesta sexta-feira, após forte alta na véspera, conforme agentes financeiros seguem aguardando novidades sobre a PEC da Transição e a equipe ministerial do novo governo, principalmente quem ocupará o Ministério da Fazenda.

No exterior, o tom era predominantemente positivo, mas a expectativa é de que o fechamento antecipado dos pregões em Nova York, ainda relacionado ao feriado do Dia de Ação de Graças na véspera, reduza a liquides no mercado brasileiro.

Na quinta-feira, quando não houve negociação nas bolsas norte-americanas, o Ibovespa saltou 2,75%, em sessão com o volume afetado também pela estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo.

No final, o giro somou menos de 18 bilhões de reais, de uma média diária no mês de 38,8 bilhões.

Notícias de que o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva não será intervencionista na Petrobras, bem como de que o economista Pérsio Arida pode integrar o novo governo, serviram como argumento para investidores locais irem às compras.

. Ibovespa IBOV: -1,15%, a 110.546,30 pontos;

. Índice dos principais ADRs brasileiros (.BR20): +1,5%, a 16.581,39 pontos.

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em (.PG.BVSP)

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em (.PL.BVSP)

JURO

Mês

Ticker

Taxa (% a.a.)

Ajuste anterior (% a.a.)

Variação (p.p.)

JAN/23

(DIJF23)

13,7

13,698

0,002

JAN/24

(DIJF24)

14,315

14,31

0,005

JAN/25

(DIJF25)

13,635

13,645

-0,01

JAN/26

(DIJF26)

13,44

13,475

-0,035

JAN/27

(DIJF27)

13,345

13,4

-0,055

BOLSAS DOS EUA

Os principais índices de Wall Street tinham desempenho misto nesta sexta-feira, com investidores monitorando de perto as grandes varejistas em meio às vendas da Black Friday, que ocorrem num cenário de inflação teimosamente alta e preocupações com uma possível recessão no ano que vem.

. Dow Jones DJI: +0,28%, a 34.288,40 pontos;

. Standard & Poor's 500 SPX: -0,10%, a 4.023,36 pontos;

. Nasdaq IXIC: -0,69%, a 11.207,66 pontos.

BOLSAS DA EUROPA

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP tinha queda de 0,07%, a 440,53 pontos.

Em LONDRES, o índice Financial Times UK100 avançava 0,05%, a 7.470,03 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX DAX caía 0,05%, a 14.532,01 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 PX1 perdia 0,05%, a 6.704,01 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib FTSEMIB tinha desvalorização de 0,21%, a 24.677,86 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 IBC registrava alta de 0,07%, a 8.394,10 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 PSI20 valorizava-se 0,05%, a 5.883,16 pontos.

DÍVIDA

. Treasuries de 10 anos US10Y: rendimento em alta a 3,7257%, ante 3,709% no pregão anterior;

PETRÓLEO

. Nymex - CL1!: 0,65%, a 78,45 dólares por barril;

. ICE Futures Europe - Brent BRN1!: 0,35%, a 85,64 dólares por barril.

((Redação São Paulo, 55 11 56447757))

Join for free to get the full story
News unlock banner