ReutersReuters

Ações mundiais sobem e yields dos Treasuries caem antes da divulgação da ata do Fed

As ações mundiais subiam enquanto os rendimentos dos Treasuries caíam antes da divulgação da ata da reunião do Federal Reserve, que deve oferecer pistas sobre se as autoridades do banco central dos Estados Unidos irão suavizar sua rígida postura de política monetária.

Operadores esperam que o documento, que será publicado nesta quarta-feira, forneça pistas de que o Fed está presentes a encerrar seu ritmo de altas acentuadas da taxa básica de juros em resposta a uma moderação nas condições econômicas.

Dados do Departamento do Trabalho dos EUA mostraram nesta quarta-feira que os pedidos de auxílio-desemprego aumentaram mais do que o esperado na semana passada, enquanto a atividade empresarial dos EUA contraiu pelo quinto mês consecutivo em novembro, de acordo com os dados preliminares do PMI Composto da S&P Global.

"O que os investidores esperam é que o Fed reconheça que, como o índice de preços ao consumidor parece estar chegando ao pico, haverá alguma linguagem sinalizando que eles veem uma pausa no horizonte de curto prazo", disse Jordan Kahn, diretor de investimentos da ACM Funds.

Os retornos dos Treasuries eram negociados em baixa. A curva de rendimento (US2US10=TWEB) que compara as notas de referência de dez US10Y e dois anos (US2YT=RR) se aprofundava ainda mais no território negativo. Quando invertida, esse trecho da curva é visto como um indicador de uma futura recessão.

Em Wall Street, os três principais índices eram negociados em alta, liderados por ganhos em ações de tecnologia, consumo discricionário, comunicação e industriais.

Às 14:11 (de Brasília), o índice S&P 500 SPX ganhava 0,05%, a 4.005,59 pontos, enquanto o Dow Jones DJI caía 0,01%, a 34.094,43 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite IXIC avançava 0,34%, a 11.212,21 pontos.

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP fechou em alta de 0,60%, a 438,82 pontos.

O índice global de ações da MSCI IACWI subia 0,8%.

No mercado de câmbio, o índice do dólar DXY --que mede o desempenho da moeda norte-americana frente a uma cesta de seis divisas-- caía 0,64%, a 106,410.

O euro EURUSD tinha alta de 0,58%, a 1,0362 dólar, que ao mesmo tempo cedia 1,05%, a 139,76 ienes USDJPY.

A libra GBPUSD apreciava 1,30%, a 1,2038 dólar, que por sua vez perdia 0,91%, a 0,9431 franco suíço USDCHF.

O dólar australiano AUDUSD, muitas vezes tido como uma "proxy" de demanda por risco, valorizava-se 0,92%, a 0,6709 dólar norte-americano.

Na renda fixa, o rendimento do Treasury de dez anos US10Y --referência global para decisões de investimento-- caía 2,10 pontos-base, a 3,7372%.

A taxa do título de cinco anos (US5YT=RR) recuava 1,40 ponto-base, a 3,9254%.

O yield do Treasury de dois anos (US2YT=RR) --que reflete apostas para os rumos das taxas de juros de curto prazo-- tinha queda de 2,30 pontos-base, a 4,4938%.

O retorno do papel de 30 anos (US30YT=RR) mostrava decréscimo de 5,50 pontos-base, a 3,7733%.

A diferença entre os rendimentos dos Treasuries de dez e dois anos (US2US10=RR) --vista como um indicador de expectativas econômicas-- subia 0,64 ponto-base, a -76,04 pontos-base.

O spread entre as taxas dos títulos de 30 e cinco anos (US5US30=RR) recuava 3,39 pontos-base, a -15,28 pontos-base.

Já entre as commodities, o petróleo Brent BRN1! recuava 3,59 dólares, ou 4,06%, a 84,77 dólares por barril , às 14:11 (de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos (WTI) CL1! caía 3,56 dólares, ou 4,40%, a 77,39 dólares por barril .

O ouro à vista GOLD ganhava 0,09%, a 1.741,83 dólares a onça troy.

No universo das criptomoedas, o bitcoin BTCUSD subia 1,02%, a 16.362,00 dólares. O ether ETHUSD avançava 1,09%, a 1.150,60 dólares.

((Tradução Redação Brasília))

Join for free to get the full story
News unlock banner