ReutersReuters

BTG Pactual forma joint venture com Prisma para gerir fundos da Captalys

O BTG Pactual BPAC3 está formando uma joint venture com a Prisma Capital para assumir a gestão de fundos da gestora de fundos de dívida privada Captalys, disse nesta terça-feira o diretor financeiro e de relações com investidores do BTG, Renato Hermann Cohn.

"A mudança ainda tem que ter a aprovação de cotistas em assembleia", disse Cohn a jornalistas durante transmissão online sobre os resultados do BTG no terceiro trimestre.

A informação vem cerca de dois meses após o Captalys enfrentar a fúria de cotistas devido ao mau desempenho de seu maior fundo, Orion, dirigido a investidores profissionais, em meio a perdas com marcação a mercado de ativos imobiliários.

Cohn reafirmou também que o BTG Pactual tem interesse na compra de ativos financeiros do espólio de Aloysio Faria, entre eles o banco Alfa, mas não deu detalhes. O BTG havia admitido em setembro que tinha interesse em ativos do Alfa.

O executivo afirmou ainda que o BTG vai perseguir nos próximos trimestres níveis similares, ou maiores, do que os exibidos de julho a setembro.

O banco informou mais cedo lucro líquido recorde de 2,19 bilhões de reais no terceiro trimestre, alta de 25,5% ante mesmo período do ano anterior, com um retorno sobre patrimônio médio (ROAE) anualizado de 22%, acima do patamar recente dos rivais.

O resultado foi elogiado por analistas. Porém, após alta de quase 40% no acumulado de 2022 até agora, ante pouco mais de 10% do Ibovespa, a unit do banco era alvo de realização de lucro e caía 1,3% às 15h20, enquanto o Ibovespa subia 1%.

Join for free to get the full story
News unlock banner