ReutersReuters

Dólar sobe após dados da China elevarem temor de recessão; petróleo recua

As ações em Wall Street esboçavam alguma recuperação, mas o dólar ainda tinha firme alta e o petróleo caía nesta segunda-feira, depois de dados econômicos mais fracos do que o esperado na China levarem o banco central do país a cortar sua taxa de empréstimo, reforçando preocupações sobre uma recessão global.

O Banco do Povo da China cortou inesperadamente as taxas de juros nesta segunda-feira, depois que a segunda maior economia do mundo divulgou dados referentes a julho sobre produção industrial e vendas no varejo que ficaram aquém da maioria das estimativas dos analistas.

As rígidas restrições à Covid-19 da China prejudicaram a atividade em seus principais centros de manufatura e populares centros turísticos, incluindo Xangai, mesmo com uma desaceleração cada vez mais profunda no mercado imobiliário.

"Você tem visto uma tendência de desaceleração na China amplificada pelos bloqueios", disse Tom Plumb, gestor de portfólio do Plumb Balanced Fund em Wisconsin.

Às 12:49 (de Brasília), o índice S&P 500 SPX perdia 0,18%, a 4.272,46 pontos, enquanto o Dow Jones DJI subia 0,23%, a 33.838,25 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite IXIC avançava 0,39%, a 13.098,41 pontos.

O índice pan-europeu STOXX 600 SXXP fechou em alta preliminar de 0,28%, a 442,11 pontos.

No mercado de câmbio, o índice do dólar DXY --que mede o desempenho da moeda norte-americana frente a uma cesta de seis divisas-- subia 0,52%, a 106,250.

O euro EURUSD tinha queda de 0,70%, a 1,0186 dólar, que ao mesmo tempo cedia 0,25%, a 133,15 ienes USDJPY.

A libra GBPUSD devolvia 0,35%, a 1,2087 dólar, que por sua vez ganhava 0,34%, a 0,9445 franco suíço USDCHF.

O dólar australiano AUDUSD, muitas vezes tido como uma "proxy" de demanda por risco, desvalorizava-se 1,10%, a 0,7043 dólar norte-americano.

Na renda fixa, o rendimento do Treasury de dez anos US10Y --referência global para decisões de investimento-- caía 7,00 pontos-base, a 2,7788%.

A taxa do título de cinco anos (US5YT=RR) recuava 6,90 pontos-base, a 2,9083%.

O yield do Treasury de dois anos (US2YT=RR) --que reflete apostas para os rumos das taxas de juros de curto prazo-- tinha queda de 6,20 pontos-base, a 3,1946%.

O retorno do papel de 30 anos (US30YT=RR) mostrava decréscimo de 4,40 pontos-base, a 3,0737%.

A diferença entre os rendimentos dos Treasuries de dez e dois anos (US2US10=RR) --vista como um indicador de expectativas econômicas-- caía 0,74 ponto-base, a -41,94 pontos-base.

O spread entre as taxas dos títulos de 30 e cinco anos (US5US30=RR) aumentava 1,58 ponto-base, a 16,38 pontos-base.

Já entre as commodities, o petróleo Brent BRN1! recuava 3,99 dólares, ou 4,07%, a 94,16 dólares por barril , às 12:49 (de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos (WTI) CL1! caía 3,81 dólares, ou 4,14%, a 88,28 dólares por barril .

O ouro à vista GOLD perdia 1,22%, a 1.779,79 dólares a onça troy.

No universo das criptomoedas, o bitcoin BTCUSD tinha queda de 0,50%, a 24.199,00 dólares. O ether ETHUSD recuava 1,25%, a 1.912,50 dólares.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447757))

Join for free to get the full story
News unlock banner