ReutersReuters

Peso colombiano lidera queda entre moedas latino-americanas; rand sul-africano sobe

As moedas latino-americanas recuavam nesta quinta-feira, com o peso colombiano na lanterna, enquanto o rand da África do Sul subia após o banco central do país promover aperto monetário mais intenso que o esperado.

A moeda da Colômbia USDCOP depreciava 1,6%, para 4.414,8 por dólar, depois que o presidente do banco central do país, Leonardo Villar, defendeu a decisão da autoridade monetária de não intervir nos movimentos da divisa local, mesmo depois que a volatilidade do mercado levou outros BCs da região a agir.

A queda nos preços do petróleo, o principal produto de exportação da Colômbia, também pressionou a moeda. O peso mexicano USDMXN cedia 0,6%.

A divisa do Chile USDCLP, país exportador de cobre, enfraquecia 0,2% com a baixa dos preços do metal vermelho HG1!, por temores de recessão. Na semana passada, o Banco Central do Chile anunciou um programa de intervenção de 25 bilhões de dólares para impulsionar a moeda, que vinha batendo sucessivas mínimas históricas.

O rand da África do Sul USDZAR saltava 0,7% em relação ao dólar nesta quinta-feira, após o banco central do país promover seu maior aumento dos custos de empréstimo desde 2002 para controlar o avanço dos preços, atualmente numa máxima em 13 anos.

A lira turca USDTRY continuava pairando mínimas desde dezembro, negociada a 17,71 por dólar, depois que seu banco central manteve a taxa básica de juros em 14% pelo sétimo mês consecutivo, apesar da inflação próxima de 80%.

Enquanto isso, as moedas das regiões central e do leste europeu foram atingidas por um euro mais forte após o primeiro aumento da taxa de juros do Banco Central Europeu (BCE) em mais de uma década.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447757))

Join for free to get the full story
News unlock banner