ReutersReuters

Peso chileno sobe pelo terceiro dia consecutivo

O peso chileno apreciou pela terceira sessão consecutiva contra um dólar em declínio nesta terça-feira, enquanto os índices de ações da América Latina avançaram, impulsionados por papéis de empresas financeiras e de commodities.

A moeda do Chile USDCLP valorizou-se perto de 2% na sessão e desde a mínima recorde do último dia 14 já saltou 12,7%, após o anúncio de um programa de intervenção cambial pelo banco central do país sustentar a enfraquecida moeda local.

O índice do dólar contra uma cesta de pares fortes DXY caía ante máximas em duas décadas, com os mercados reduzindo as apostas numa alta de juros de 1 ponto percentual pelo Fed na semana que vem. O dólar também se beneficiava neste ano de sua natureza como ativo seguro em meio a crescentes preocupações com uma recessão global.

O peso mexicano USDMXN caiu 0,3%, enquanto o real (BRBY) depreciou 0,12%.

A divisa da Argentina ultrapassou a barreira psicológica de 300 pesos por dólar no mercado paralelo (ARSB=) mais cedo e atingiu uma mínima recorde, com empresas e indivíduos se agarrando à escassa moeda norte-americana.

((Tradução Redação Brasília))

Join for free to get the full story
News unlock banner