ReutersReuters

Indonésia permite partida de 37 navios de carvão após aliviar proibição de exportação

A Indonésia disse nesta quinta-feira que permitirá a partida de 37 navios carregados de carvão, no sinal mais importante até agora de que o maior exportador de carvão térmico do mundo está relaxando sua proibição de embarques.

Um alto ministro disse em comunicado que a proibição implementada em 1º de janeiro foi flexibilizada para mineradores que cumpriram a exigência de vender uma parte de sua produção para geração de energia local, depois que a concessionária estatal adquiriu carvão suficiente para garantir 15 dias de operação.

Mais tarde na quinta-feira, 18 das embarcações, transportando cerca de 1,3 milhão de toneladas de carvão, garantiram a verificação do Ministério da Energia, necessária para autorização de partida, de acordo com um documento revisado pela Reuters.

A Indonésia estabeleceu a proibição de exportação depois que a empresa estatal de energia Perusahaan Listrik Negara (PLN) relatou estoques de carvão criticamente baixos em usinas de energia e disse que a Indonésia estava à beira de quedas de energia generalizadas. A proibição causou ondas de choque nos mercados globais de energia, especialmente nos maiores clientes de carvão da Indonésia, incluindo Japão e Coreia do Sul.

As autoridades indonésias atribuíram a crise de fornecimento de carvão aos mineradores que não cumpriram suas obrigações relacionadas ao mercado doméstico.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447745))

Join for free to get the full story
News unlock banner