ReutersReuters

Preços caem mais de 1% com aumento oferta e Omicron

Os preços do petróleo caíram pelo terceiro dia consecutivo na quarta-feira, com sinais de que o crescimento da oferta irá superar a procura no próximo ano, e com a Organização Mundial de Saúde (OMS) a dizer que as vacinas COVID-19 podem ser menos eficazes contra a variante Omicron.

Os futuros do Brent BRN1! caíram 1,2% para 72,82 dólares por barril às 1452 TMG, depois de perderem 69 cêntimos na terça-feira.

Os futuros do U.S. West Texas Intermediate (WTI) crude CL1! caíram 1,4% para 69,72 dólares por barril, depois de perder 56 cêntimos na sessão anterior.

O contrato Brent do primeiro mês é negociado com um pequeno prémio para o segundo mês LCOc1-LCOc2, depois de negociar brevemente com um pequeno desconto - uma estrutura de mercado conhecida como contango - na terça-feira.

A Noruega, no início desta semana, reforçou as restrições para travar a propagação da Omicron.

A OMS afirmou na quarta-feira que as evidências preliminares indicam que as vacinas podem ser menos eficazes contra infecções e transmissão ligadas à variante Omicron, que também comporta um risco mais elevado de reinfecção.

Join for free to get the full story
News unlock banner