ReutersReuters

Israelense SavorEat lança hambúrguer de plantas personalizado em impressora 3D

A empresa israelense de tecnologia de alimentos SavorEat SVRT lançou nesta terça-feira um sistema personalizado de hambúrgueres à base de plantas para cada cliente, uma das primeiras empresas a usar a tecnologia de impressão 3D para cozinhar alimentos.

Normalmente, hambúrgueres veganos de empresas como a Impossible Foods e a Beyond Meat são congelados e, posteriormente, precisam ser assados ou grelhados.

A tecnologia da SavorEat, no entanto, conta com uma impressora 3D com três cartuchos contendo óleos e outros ingredientes. Os clientes podem escolher a quantidade de gordura e proteína que desejam em cada hambúrguer, que leva cerca de seis minutos para ficar pronto.

"É uma mistura de inovação de alternativa à carne e fabricação digital, onde também podemos cozinhar o produto", disse Racheli Vizman, presidente-executiva da SavorEat, à Reuters.

Vizman disse que os hambúrgueres da empresa são feitos com uma combinação de batata, grão de bico e proteína de ervilha.

A demanda por alternativas à carne por consumidores conscientes com a saúde e o meio ambiente aumentou nos últimos anos, e as startups de proteínas alternativas levantaram mais de 3 bilhões de dólares em 2020.

Outra empresa israelense, a Redefine Meat, começou no mês passado a implantar pratos inteiros sem carne em restaurantes europeus.

A SavorEat, financiada principalmente por instituições israelenses e cujas ações listadas em Tel Aviv subiram 11% na terça-feira, disse que seus produtos seriam inicialmente servidos em uma rede de hambúrgueres local.

A empresa também está colaborando com a empresa de serviços alimentícios Yarzin Sela, que abastece empresas israelenses de alta tecnologia, e fechou um acordo com a Sodexo para servir seus hambúrgueres veganos em universidades dos Estados Unidos.

"Há um segmento crescente de pessoas chamadas 'flexiterianas' -- pessoas que estão ativamente tentando buscar alternativas à carne para reduzir seu consumo de carne", disse Vizman, citando cerca de um terço da população dos Estados Unidos.

Oded Shoseyov, presidente e cientista-chefe da SavorEat, disse que a empresa também está trabalhando em uma versão vegetal de uma salsicha de porco para o café da manhã para o mercado norte-americano.

((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223-7128))

Join for free to get the full story
News unlock banner