ReutersReuters

Ações sobem após forte liquidação alimentada por variante ômicron

As ações europeias subiam nesta segunda-feira depois da pior liquidação em mais de um ano, com os investidores aguardando pistas sobre se a variante ômicron do coronavírus vai prejudicar a recuperação econômica e planos de aperto monetário por bancos centrais.

Às 7:42 (horário de Brasília), o índice FTSEEurofirst 300 (.FTEU3) subia 0,98%, a 1.814 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 SXXP ganhava 0,98%, a 469 pontos.

O STOXX 600 recuperava parte da perda de 3,7% de sexta-feira, provocada por preocupações em torno da recém-descoberta variante.

Embora a variante tenha sido encontrada em vários países em todo o mundo, um médico da Àfrica do Sul, que foi um dos primeiros a suspeitar da cepa diferente, disse que os sintomas são até agora leves e podem ser tratados em casa.

"Essa notícia acalmou os investidores, mas as ações, particularmente no setor de viagens, permanecerão voláteis por causa das novas restrições e da incerteza geral", disse Susannah Streeter, analista sênior de investimento e de mercados do Hargreaves Lansdown.

As ações de viagens (.SXTP) lideravam os ganhos no STOXX 600, com Wizz Air WIZZ, Lufthansa LHA, TUI Group TUI1 e IAG IAG subindo mais de 3% após quedas de dois dígitos na sexta-feira por temores sobre novas restrições de viagens.

. Em LONDRES, o índice Financial Times UK100 avançava 1,00%, a 7.114 pontos.

. Em FRANKFURT, o índice DAX DB1 subia 0,62%, a 15.351 pontos.

. Em PARIS, o índice CAC-40 PX1 ganhava 1,05%, a 6.810 pontos.

. Em MILÃO, o índice Ftse/Mib FTSEMIB tinha valorização de 0,84%, a 26.070 pontos.

. Em MADRI, o índice Ibex-35 IBC registrava alta de 0,93%, a 8.480 pontos.

. Em LISBOA, o índice PSI20 (.PSI20) valorizava-se 1,15%, a 5.487 pontos.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 5047 2984))

Join for free to get the full story
News unlock banner