Poder360Poder360

Vendas por anúncios do e-commerce na Black Friday crescem 76%

Na 6ª feira (25.nov.2022) em que foi realizada a Black Friday no Brasil houve alta de 76% nas vendas estimuladas por anúncios do e-commerce em relação ao mesmo período do ano passado. No volume de cliques, o aumento foi de 32%, e no ticket médio, valor médio de vendas de um período, de 64%. Os dados são da Rakuten Advertising, empresa especializada em marketing, e foram obtidos com antecedência pelo Poder360.

Destaque no aumento de vendas, os itens de informática tiveram alta de 1.031%. Na sequência aparecem telecomunicações, com aumento de 612%, eletrônicos (402%), lojas de departamento (277%), itens esportivos (209%), eletrodomésticos (116%), beleza e cosméticos (106%), itens para o carro (57%), lojas de luxo (55%) e vestuário e acessórios (52%).

A 5ª feira (24.nov.2022) pré-Black Friday e o final de semana pós-Black Friday captaram resultados ainda mais positivos do que a própria 6ª feira, segundo o estudo, superando os números registrados em 2021.

No dia anterior à Black Friday houve alta de 68% no número de vendas em relação a 2021. O ticket médio teve aumento de 98%. Já no sábado (26.nov.2022), houve aumento de 149% em vendas geradas por anúncios do e-commerce; 69% no número de pedidos; 56% em cliques; e 90% no ticket médio.

Já no domingo (27.nov.2022), a alta foi de 80% nas vendas; 57% no número de pedidos; 30% no número de cliques; e 50% no ticket médio.

Segundo o vice-presidente da Rakuten Advertising no Brasil, Luiz Tanisho, mesmo em um cenário de instabilidade econômica, o brasileiro que já está acostumado a consumir nesse período não deixou de aproveitar os descontos, ainda que de outras maneiras –agora fazendo maior uso de conteúdos curados, cupons de desconto e cashback.

Os números da Rakuten Advertising se referem à movimentação intermediada por anúncios online veiculados no Brasil –dentro de uma rede global de 150 mil afiliados.