Poder360Poder360

China registra confrontos com manifestantes em Guangzhou

Manifestantes entraram em confronto com a polícia na cidade chinesa de Guangzhou na noite de 3ª feira (29.nov.2022). Há dias que cidades da China registram atos contra a política de “covid zero” adotada por Pequim. As informações são da Reuters.

A cidade de Guangzhou, no sul da China, anunciou nesta 4ª feira (30.nov) a flexibilização das restrições em algumas partes da cidade. Ao anunciar o fim do lockdown, as autoridades não mencionaram os protestos. O governo de Guangzhou não respondeu ao contato da Reuters.

  • China reforça segurança após protestos contra lockdown

Na 3ª feira (29.nov), as autoridades chinesas começaram a investigar quem esteve presente em manifestações. Dois manifestantes disseram à Reuters terem recebido ligações de pessoas que se identificaram como policiais de Pequim e pediram que eles se apresentassem a uma delegacia para dar depoimentos de suas atividades na noite de domingo (27.nov).

Um aluno também afirmou que foi questionado por sua faculdade se ele estava em uma área onde foi realizado um protesto e para fornecer um relato por escrito.

Na 2ª feira (28.nov), um jornalista da BBC foi preso durante a cobertura das manifestações contra o lockdown no país.

  • “Era de ouro” das relações com a China acabou, diz Sunak
  • Hong Kong registra manifestações contra restrições na China