EcoTrader-tv

RAIZ4 - Saiba porquê os gringos estão de olho nela

Viés de alta
BMFBOVESPA:RAIZ4   RAIZEN PN N2
Senta que lá vem historia...

Passado...

O Ciclo da cana-de-açúcar, foi um período da história do Brasil Colônia compreendido entre os século XVI e XVIII.
O açúcar representou a primeira grande riqueza agrícola e industrial do Brasil. Devido à grande adaptabilidade da cana em nosso clima e solo, durante muito tempo, foi a base da economia colonial.

Oficialmente, foi Martim Affonso de Souza que depois de aproximadamente após 30 anos da chegada dos portugueses em solo brasileiro, é que trouxe a primeira muda de cana ao Brasil.
No final do século XVI , o Brasil já era considerado o maior produtor e fornecedor mundial de açúcar. Com um artigo de melhor qualidade que o procedente da Índia e uma produção anual estimada em 6.000 toneladas, cerca 90% das quais eram exportadas para Portugal e distribuídas na Europa

Presente...

O Brasil hoje ocupa o primeiro lugar no ranking de produção de e exportação de etanol e açúcar do mundo. A constante procura por combustíveis renováveis que substituam o petróleo e não sejam tão nocivos ao meio ambiente. Torna a cana-de-açúcar uma cultura de importância mundial na busca da sustentabilidade. Apesar de ser, em área, a terceira maior cultura do Brasil, a cana-de-açúcar não é responsável por taxas de desmatamento. O seu cultivo pode ser realizado em áreas de pastagens degradadas, que não são aptas para a produção de alimentos. “A área de cultivo da cana-de-açúcar pode ser expandida, levando a um aumento na produção, sem prejudicar o cultivo de alimentos e sem desmatar a Amazônia”. A queima do bagaço é diferente: apesar de gerar CO do mesmo jeito durante a queima, o bagaço veio da planta, que está na superfície. A mesma, durante a fotossíntese, capta esse CO da atmosfera e armazena carbono no seu tecido vegetal. A própria planta já havia retirado o CO que foi pra atmosfera com a queima do bagaço; não existe uma emissão a mais. Essa é a principal diferença”.

Futuro...

Convido o nobre leitor a cruzar o passado com o presente e tirar as suas próprias considerações sobre o futuro. Em um mundo em que a sustentabilidade há de se tornar lei. O grande ativo do brasil não e o pre sal, mas sim as suas belíssimas e vastas plantações tropicais de cana de açúcar, na beira do atlântico...

Um pouco sobre o romantismo do autor em relação ao assunto;

Eu nasci cercado pela cana, quando viajava para a praia me deparava com o manto verde que pairava sobre o mar, um encanto hipnótico e ao mesmo tempo o mal cheiro das plantações me nauseava, hoje sei que se trata do metano, que produz a bioenergia do futuro, ate então o mundo não fazia ideia das possibilidades, quiçá uma criança.

Parentes e amigos, que plantavam ou trabalhavam no setor falavam das possibilidades da cana, e das leis pro petróleo que proibiam a venda de energia de tais usinas, prejudicando a expansão do setor e colocando em risco os seus trabalhos nos anos 90.

De fato em tal época o setor foi devastado, trazendo graves consequências a toda economia local que girava em torno de tal, vivenciar tudo isto como um pequeno expectador, foi impactante ao mesmo tempo paradoxal e contraditório, pois em minha inocência não conseguia entender que algo tão bom para a sociedade e para a sua continuidade através de uma cultura sustentável, baseada em um ciclo virtuoso seria rejeitada e combatida pela mesma.

Hoje como investidor compreendo que uma excelente empresa precisa de demanda infinita, e para ser infinita precisa ser sustentável. O setor de energia pressupõe uma demanda infinita e a sustentabilidade seria a única forma desta demanda ser suprida constantemente sem danos a continuidade da vida . Todos ganham. A humanidade sobrevive sem Iphones, mas sem energia não, e continuara assim.

O que enriquece nações e as torna de primeiro mundo, não se trata da produção e venda de bananas, mas sim de energia!

Além do canavial; analise técnica...

Através do momentum observamos uma convergência de alta, o preço já formou fundos ascendentes, rompeu uma forte LTB, e esta prestes a realizar um pivô.
Calculamos o os fundos ascendentes; movimento 1 e 2 para projetar alvos matemáticos com maior precisão.


Os demais detalhes seguem no Gráfico

OBS - Estudo pessoal de cunho exclusivamente educacional, não se tratando de nenhuma recomendação.





Comentário: O estudo acima se trata de uma atualização deste;
Comentário: Atualização 07/01/2022
Comentário: atualização

Aviso legal

As informações e publicações não devem ser e não constituem conselhos ou recomendações financeiras, de investimento, de negociação ou de qualquer outro tipo, fornecidas ou endossadas pela TradingView. Leia mais em Termos de uso.