165 vizualizações
1
Sigla: NEOE3
Tipo: Ações
Setor: Holding
Receita Líquida R$ 28,15 B
Lucro Líquido (LL) R$ 2,29 B
Margem Líquida 8.14%
Ebitda R$ 5,64 B
Margem Ebitda 8.91%
Ativo Total R$ 60,64 B
Dívida Bruta R$ 27,19 B
Dívida Líquida R$ 21,81 B
Patrimônio Líquido (PL) R$ 20,39 B
Índice de preço sobre lucro (P/L) 20,04
Retorno sobre o PL (ROE) +11.23%
Retorno sobre o Capital ( ROIC ) +5.7%

A Neoenergia é uma empresa que atua com geração, distribuição, transmissão e comercialização de energia elétrica. É a segunda maior do setor no país. Ela atende 13,9 milhões de unidades consumidoras, atuando em 18 estados. A empresa é controlada pelo grupo espanhol Iberdrola.

Na área de distribuição, atua por meio de concessões com quatro empresas. Ela é dona da Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN) e Elektro ( SP / MS ). A plataforma de geração está baseada em matrizes de fontes limpas, com significativa participação de renováveis. A empresa possui 17 parques eólicos, sete hidrelétricas e uma usina térmica a gás natural. No setor de comercialização, a empresa atua na integração de sistemas de energia solar para micro e mini-geração. Ela ainda atua em todas as etapas relacionadas à infraestrutura de energia elétrica dos empreendimentos.

A Neoenergia foi criada em 1997, com a privatização das concessionárias de distribuição da Bahia (Coelba) e do Rio Grande do Norte (Cosern). Em 2000 ela adquiriu a Celpe de Pernambuco.

Em 2018 a Neoenergia ficou em primeiro lugar no ranking Transparência em Relatórios Corporativos. A avaliação foi elaborada pela Transparência Internacional.

A empresa realizou sua oferta pública de ações ( IPO ) em 2019. As ações foram precificadas em R$ 15,65 cada, movimentando R$ 3,7 bilhões.

As ações da Neoenergia estão listadas no segmento Novo Mercado da B3, de mais alto grau e governança corporativa.





09/12/2020 - O conselho de administração da Neoenergia Renováveis, controlada pela Neoenergia, aprovou nesta quarta-feira a construção dos Parques de Luzia II e III de geração de energia solar. O projeto está localizado no município de Santa Luzia, na Paraíba, é será composto pelos primeiros parques fotovoltaicos de geração centralizada da Neoenergia.

Segundo a companhia, esse projeto apresenta sinergias com o Complexo Eólico de Chafariz e com a linha de transmissão de Santa Luzia. Quando concluídos, os parques terão capacidade de 149,3 Mwdc, e a energia gerada será destinada à comercialização no mercado livre e já está 100% vendida até 2026, e 20% até o fim da vida útil, com destaque para um contrato fechado com a Claro por 12 anos.

Os investimentos (capex) estimados para o empreendimento somam R$ 457 milhões, com previsão de operação a partir do segundo semestre de 2022. A Neoenergia lembra que o projeto já foi enquadrado como beneficiário no Regime Especial de Incentivos ao Desenvolvimento da Infraestrutura (REIDI) e já tem licença ambiental prévia.


04/12/2020 - A Neoenergia, representada pela Bahia Geração de Energia, venceu o leilão pela distribuidora de energia elétrica CEB-D, que atende aos consumidores do Distrito Federal. A empresa ofereceu R$ 2,515 bilhões em lance vencedor, o que representou um ágio de 76,63% em relação ao valor mínimo de R$ 1,4 bilhão e superou as concorrentes CPFL Energia e Equatorial.

Esta análise é pessoal e não representa indicação de operação.

Eu jamais indico, apenas comunico.

Comentários

Início Rastreador de Fundamentos Rastreador Forex Rastreador de Criptomoedas Calendário Econômico Como Funciona Recursos gráficos Preços Indique um Amigo Regras da Casa Central de Ajuda Soluções para Sites & Corretoras Widgets Soluções em Gráficos Biblioteca de Gráficos Lightweight Blog & Notícias Twitter
Perfil Configurações de perfil Conta e Cobrança Amigos indicados Moedas Meus Tíquetes de Suporte Central de Ajuda Mensagens Privadas Conversa Deslogar